Rota do Atlântico intensifica ações para prevenir e conter incêndios às margens da rodovia no período de estiagem Os útlimos dois meses concentraram 52% dos registros de incêndios este ano, às margens do complexo viário, com 31 ocorrências

Publicado em: 06/12/2018 20:21 Atualizado em:

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Nesta época do ano, é comum o aumento de incêndios às margens de rodovias, devido às altas temperaturas, associadas á falta de chuva e à queimada ilegal. A fumaça causa danos ao meio ambiente, além de comprometer a segurança nas estradas, prejudicando a visibilidade dos motoristas, o que provoca um maior risco de colisões traseiras. 

Segundo informações da Rota do Atlântico, concessionária que administra a via expressa de acesso a Suape e ao Litoral Sul, os útlimos dois meses concentraram 52% dos registros de incêndios este ano, às margens do complexo viário, com 31 ocorrências. 

Pensando nisso, a concessionária intensificou as ações de fiscalização e lança campanha de conscientização para os motoristas não jogarem bitucas de cigarro pela janela dos veículos, por gerarem combustão ao entrarem em contato com a vegetação seca. Alertas estão sendo divulgados nos Painéis de Mensagem Variáveis (PMVs) distribuídos ao longo da rodovia.

“A adoção das medidas de segurança vem garantindo a não incidência de acidentes viários associados os incêndios. Mas a direção defensiva também faz a diferença nessas circunstâncias”, destaca a coordenadora de Tráfego da Rota do Atlântico, Natacha Araújo.  “Ao avistarem qualquer fumaça ou focos de incêndio, é importante que os motoristas fechem os vidros do veículo, mantenham a distância segura do veículo da frente, trafeguem sempre com o farol acesso e não pare na faixa de rolamento”, orienta a gestora.

A Rota do Atlântico conta com 49 câmeras distribuídas ao longo dos 44 quilômetros de vias concessionadas e equipes de inspeção realizando rondas 24h por dia. Em caso de princípio de incendio, a rodovia tem apoio de carro pipa para conter as chamas e mantém comunicação direta com o posto de apoio do Corpo de Bombeiros em Suape.

Os usuários podem ligar para o telefone de emergência da Rota do Atlântico (0800.031.0009) ou diretamente para o Corpo de Bombeiros (193).  As queimadas ilegais também podem ser denunciadas para a Polícia Militar através do 190 e para a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) pelo 81-3182.8923.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.