refúgio Dezoito venezuelanos chegam a Pernambuco e recebem acolhimento O grupo é formado por famílias com pessoas entre 2 meses e 35 anos e ficará alojado em residências administradas pela ONG Aldeias Infantis, no município de Igarassu, Região Metropolitana do Recife

Publicado em: 09/11/2018 19:26 Atualizado em:

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Dezoito imigrantes venezuelanos chegaram a Pernambuco nesta sexta-feira (9), vindos de abrigos no estado de Roraima. O grupo é formado por famílias com pessoas entre 2 meses e 35 anos e ficará alojado em residências administradas pela ONG Aldeias Infantis, no município de Igarassu, Região Metropolitana do Recife. 

A estrutura do local é composta por sete casas com cinco quartos que cabem até 10 pessoas. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), o governo de Pernambuco, junto com a prefeitura de Igarassu, pretende identificar as principais necessidades e articular ações básicas, como atendimento de saúde, inclusão em escolas para as crianças em idade escolar, estratégias de qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho. 

O grupo vai ocupar vagas deixadas por famílias que já conquistaram autonomia, através da inclusão no mercado de trabalho, e saíram das residências da ONG para morar em casas de aluguel no município de Igarassu. Ao todo, 29 pessoas, sendo 10 adultos e 19 crianças foram beneficiadas com o acolhimento da instituição. 

Até agora foram 120 venezuelanos acolhidos no processo de interiorização no estado.A iniciativa faz parte de um acordo entre o Governo do Estado com a Secretaria Nacional da Casa Civil e o Comitê Federal de Assistência Emergencial, que desde o início do ano tratam do fluxo migratório desses estrangeiros.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.