Estrada Obras de manutenção modificam tráfego na via expressa Rota do Atlântico Motoristas que trafegarem pelo sistema vário de Suape devem ficar atentos às sinalizações

Publicado em: 09/11/2018 12:44 Atualizado em: 09/11/2018 12:47

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Os motoristas que seguirem pela via expressa de acesso a Suape e ao Litoral Sul devem redobrar a atenção. Isso porque a Concessionária Rota do Atlântico iniciou a realização de obras de Conserva Especial de Pavimento na PE-009, que incluem serviços como fresagem e recapeamento, substituição de capa asfáltica, base e sub-base. Com investimentos de cerca de 5 milhões, as intervenções seguem até o fim do mês de dezembro.  
 
Nesta sexta-feira (9), serão realizados serviços na altura do km-43 da rodovia concessionada, em ambos os sentidos, no trecho próximo à Refinaria Abreu e Lima. Será necessário o desvio de tráfego no local, com estreitamento de pista. Além das sinalizações de segurança, como cones, barreiras e placas de obras, painéis de mensagem instalados ao longo da via expressa também alertarão os motoristas sobre as intervenções.
 
Entre segunda (12) e quarta-feira (14) da próxima semana, serão executadas obras no trecho de acesso ao município de Nossa Senhora do Ó, entre os km-45 e 49 da PE-009. “Durante o feriadão de Proclamação da República, entre 15 e 18 de novembro, deixaremos a pista livre, sem intervenções, para garantir a fluidez no tráfego em função do aumento do fluxo para o Litoral Sul”, antecipa a gerente de Operações da Rota do Atlântico, Patrícia Alves.
 
As atividades no trecho retomam no dia 19 e seguirão até o fim do mês de novembro, em ambos os sentidos. Neste mês também estão previstos serviços no trecho da PE-009 conhecido como TDR-Norte, entre os km-35 e 40. Já em dezembro, os serviços deverão se concentrar no trecho entre os km-28 e 35, conhecido como Contorno do Cabo.

Atividades como fresagem e recapeamento serão iniciadas e concluídas no mesmo dia, como a liberação da via no período noturno. Já serviços em trechos com rotatórias e interseções serão realizados à noite, no período de menor tráfego, por serem locais de maior risco. Para intervenções como substituição de capa asfáltica e reparos profundos podem ser necessários desvios de até cinco dias, com sinalização luminosa e refletiva para o período noturno.  “Fizemos a programação de obra de modo a garantir a segurança viária e minimizar os transtornos”, explica Patrícia Alves. 
 
A gestora operacional destaca que as obras de Conservação Especial de Pavimento constituem serviços de maior porte e complexidade técnica que devem ser realizadas antes do término da vida útil do pavimento. Para isso, anualmente a Concessionária Rota do Atlântico realiza ensaios de monitoramento dos parâmetros de superfície, conforto e segurança da rodovia para elaborar o projeto das intervenções.
 
Pelo quarto ano consecutivo, a via expressa Rota do Atlântico é considerada a melhor rodovia do Norte e Nordeste na pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), com conceito ótimo em todos os quesitos avaliados: condições gerais, pavimento, sinalização e geometria da via. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.