Abastecimento Sítio Histórico de Olinda recebe obras da Compesa até março do próximo ano Ação será realizada nos bairros do Monte, Guadalupe, Bonsucesso, Amaro Branco, Carmo, Varadouro, Santa Tereza e parte dos Bultrins

Publicado em: 01/11/2018 17:03 Atualizado em: 01/11/2018 17:12

Os trabalhos de escavações e assentamento de tubulações estão sendo realizados agora na Rua Bispo Coutinho. Foto: Compesa/Divulgação.
Os trabalhos de escavações e assentamento de tubulações estão sendo realizados agora na Rua Bispo Coutinho. Foto: Compesa/Divulgação.
As ações do projeto Olinda+Água, que buscam estabelecer o abastecimento de água todos os dias para a população de 15 bairros olindenses, chegaram às principais ruas da Cidade Alta, no Sítio Histórico de Olinda. Os trabalhos de escavações e assentamento de tubulações estão sendo realizados agora na Rua Bispo Coutinho, no Alto da Sé, onde serão implantados mais de 460 metros de rede de distribuição para reforçar o fornecimento de água para essa região.

Como o trabalho de abertura de vala é feito manualmente, a previsão da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é terminar de assentar a rede nessa via até o mês de dezembro. Da Rua Bispo Coutinho, a obra seguirá para a Rua Saldanha Marinho, no Amparo, e Avenida Liberdade, no Carmo.

O objetivo da Compesa é implantar, até março do próximo ano, 25 quilômetros de rede de distribuição de água nos bairros do Monte, Guadalupe, Bonsucesso, Amaro Branco, Carmo, Varadouro, Santa Tereza e parte dos Bultrins, que ficam no perímetro do Sítio Histórico. O assentamento de rede na Rua Bispo Coutinho é feito próximo ao meio-fio da calçada, em trechos de 60 metros por vez, com o objetivo de interferir o mínimo possível no tráfego de veículos no local.

Nesta etapa do projeto, ainda serão instalados macromedidores e válvulas para promover a setorização da rede de abastecimento de água e tornar o controle operacional do sistema mais eficiente, melhorando as pressões nas tubulações e a redução de perdas. "É o maior investimento já realizado no abastecimento de água desses bairros do Sítio Histórico", explica a gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Cleice Santos.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.