Nesta quinta Oficina ensina produzir biofertilizantes A produção de compostagem é uma técnica que consiste em tratar os resíduos orgânicos gerados nas residências de forma adequada

Publicado em: 25/10/2018 11:41 Atualizado em:

A Secretaria Executiva de Inovação Urbana do Recife realiza hoje (25), às 14h, uma Oficina de Compostagem e Implantação de Minhocário Doméstico para moradores do bairro do Vasco da Gama, zona Norte do Recife. A ação está inserida na programação do Programa Mais Vida nos Morros e vai beneficiar diretamente 20 famílias da comunidade. O local da oficina é a quadra de esportes, localizada na Avenida Vasco da Gama.
 
A produção de compostagem é uma técnica que consiste em tratar os resíduos orgânicos gerados nas residências de forma adequada, gerando subprodutos como terra adubada e biofertilizantes. Esse procedimento transforma uma parte do lixo doméstico em nutrientes para utilização em jardins e quintais.
 
O Mais Vida nos Morros também fomenta o desenvolvimento econômico local, além de proporcionar a transformação urbana e ambiental, com ações de empreendedorismo, economia criativa, inclusão produtiva e microcrédito orientado. O engajamento e a mobilização dos próprios moradores é um dos pontos fortes do projeto: até as crianças participam das ações e das escolhas. Cada morador participa ativamente do projeto, fazendo sugestões, escolhendo as cores de suas casas e trabalhando com a mão de obra. A Prefeitura do Recife participa com a elaboração do projeto, orientação técnica e o acompanhamento das ações.
 
O projeto, que começou em 2016, busca despertar uma mudança de comportamento em relação às questões urbanas e ambientais e já beneficiou cerca de 1.700 famílias no Alto do Maracanã, Córrego do Jenipapo, Mangabeira/Alto José do Pinho, Três Carneiros/Ibura, Morro da Conceição e Sitio dos Pintos.
 
Lugares onde existem pontos de confinamento de lixo são transformados em locais de lazer e convivência, hortas orgânicas e parklets. As escadarias são revitalizadas com retraços de cerâmica colorida, tornando o ambiente mais harmônico. O morador é o grande protagonista da transformação em sua comunidade. A idéia é despertar cada vez mais o sentimento de comunidade, a autoestima e o orgulho dos moradores para com o seu território.
 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.