Sistema Prisional Presídio de Igarassu realiza casamento coletivo nesta quinta O evento será realizado no espaço ecumênico do PIG e vai incluir alianças, convidados, bolo, buquê, celebração religiosa e trajes tradicionais de noivos

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 25/10/2018 11:32 Atualizado em: 25/10/2018 11:50

Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay
Mesmo encarcerados no Presídio de Igarassu (PIG), na Região Metropolitana do Recife, 33 detentos realizarão o sonho de se casar com suas companheiras. A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), ligada à Secretaria de Justiça de Direitos Humanos (SJDH), promove nesta quinta-feira (25), um casamento coletivo que contará com a parceria da Defensoria Pública de Pernambuco e do cartório do município de Itapissuma. O enlace será realizado no espaço ecumênico do presídio com direito a alianças, convidados, bolo, buquê, celebração religiosa e trajes tradicionais de noivos.

Para participar da celebração, os reeducandos e suas noivas passaram por entrevistas e tiveram seu comportamento avaliado pelo setor psicossocial da unidade prisional. O ato vai reunir 130 familiares dos noivos, que também são voluntários na ação. A celebração religiosa será conduzida por membros da igreja evangélica Casa da Benção em Rio Doce, de Olinda. “Todas as ações que promovam a integração familiar dos detentos são muito bem vindas, essa é mais uma oportunidade para que os reeducandos constituam e, se for o caso, restabeleçam os laços familiares. Os resultados positivos repercutem na vida deles e na rotina do Sistema Prisional”, afirmou o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues.

Alexandre Souza, 32 anos, cumpre pena no PIG há sete meses e há quatro anos mantém um relacionamento com sua companheira. “Já faz tempo que planejo oficializar nossa união e para nós esse momento é muito importante porque me aproxima da família e me dá esperança de mudar de vida e retornar para casa”, conta o detento.  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.