Zona Norte Jardim do Baobá recebe obras de melhoria As intervenções devem durar cerca de três meses

Publicado em: 24/10/2018 18:36 Atualizado em: 24/10/2018 18:51

Durante as obras, o Jardim Baobá permanece aberto. Foto: Inaldo Menezes/Divulgação.
Durante as obras, o Jardim Baobá permanece aberto. Foto: Inaldo Menezes/Divulgação.
O Jardim do Baobá, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, recebe, a partir desta quinta-feira (25), obras de melhoria e recuperação da infraestrutura. As intervenções tem o objetivo de proporcionar mais conforto aos usuários, com a instalação de banheiros públicos com depósito, novos postes de iluminação, grama e melhoria de terreno, além da recuperação de mobiliário, do pavimento da Rua Madre Loyola e outras estruturas danificadas por mau uso. As obras representam um investimento de R$ 320 mil e devem durar cerca de três meses.

Uma das principais intervenções é a limpeza do terreno e a implantação de grama no novo trecho do Jardim do Baobá, incorporado em setembro após o recuo do muro do antigo bufê Vila Ponte D’Uchôa. “Vamos fazer uma melhoria que possibilitará a população usufruir mais desse espaço. O terreno ficará mais limpo e a área gramada vai estimular o uso do espaço para piqueniques e outras atividades de maior conexão com a natureza. Essa intervenção também já prepara o local para as obras de implantação definitiva do projeto do Parque Capibaribe no trecho entre o Jardim do Baobá e a Ponte da Torre”, explica o secretário-executivo de projetos especiais da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, Romero Pereira.

O espaço verde também vai ganhar, na interseção das vias com o parque, balizadores móveis. Esses equipamentos vão impedir o tráfego de carros particulares no local, mas possibilitarão o acesso de veículos de limpeza. Já o mobiliário (bancos, balanços, mesas, etc) passa por manutenção preventiva, recebendo camadas de impermeabilizantes e tratamentos para evitar ataques de fungo e pragas (a exemplo do cupim). Parte desses equipamentos ainda serão recuperados por conta de danos sofridos durante o uso ou vandalismo (pichações). O solo próximo ao baobá e dos balanços também vão receber uma limpeza especial para remoção de detritos e colocação de areia nova.

Na Rua Madre Loyola, serão realizados reparos no pavimento da via. “A ideia aqui é prevenir que ações isoladas acabem gerando um dano maior ao pavimento da via. Além disso, aproveitamos o momento para demarcar melhor as vagas de carros, garantindo um bom acesso do pedestre. Vamos ainda instalar canteiros ao longo da via para compor o paisagismo da alameda”, disse Pereira, acrescentando que os canteiros e postes da via ganharão protetores para evitar danos por colisão.

Durante as obras, o Jardim Baobá permanece aberto e a população pode usufruir normalmente do espaço. Apenas no período de recuperação do pavimento da Madre Loyola, o acesso de pedestres e veículos ao parque fica restrito à Rua Antônio Celso Uchôa Cavalcanti. A expectativa é que a Madre Loyola fique fechada por 20 dias. Quando o mobiliário e outros espaços forem sofrer intervenção, serão realizados fechamentos pontuais.

Parque Capibaribe

O Jardim do Baobá faz parte do Parque Capibaribe, um projeto que desenha a capital pernambucana para se tornar uma cidade-parque até 2037, quando completa 500 anos. A iniciativa, desenvolvida pela Prefeitura do Recife em parceria com a UFPE, visa promover uma grande mudança urbana a partir da criação de um parque às margens do Rio Capibaribe, formado por passeios, ciclovias, área de lazer e contemplação, passarelas, mirantes, alamedas e píeres para pequenas embarcações. O projeto abrange uma extensão de 30 quilômetros e contempla as duas bordas do curso d’água.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.