Sertão Quatro pessoas morreram em um acidente em Petrolina Outras 13 pessoas ficaram feridas, três delas em estado grave

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 25/09/2018 15:56 Atualizado em:

Quatro pessoas morreram em um acidente ocorrido na BR-428, em Petrolina, Sertão do Estado. As vítimas, uma criança de três anos e três mulheres, que viajavam em uma van de transporte de lotação e vinha da cidade de Orocó, bateu contra um caminhão caçamba e um carro passeio. As três pessoas morreram na hora e 13 pessoas ficaram feridas. A colisão ocorreu nas proximidades da Serra da Santa. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão teria invadido a contramão e batido contra a van. O terceiro veículo, que vinha atrás, acabou sendo atingido. Segundo a PRF, o condutor da caçamba teria fugido logo após a colisão. Onze pessoas ficaram feridas e foram socorridas no Hospital Universitário de Petrolina. Três delas estão em estado grave. Os corpos das pessoas mortas estão no Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina. 

Segundo a PRF, de janeiro a junho de 2017, foram registrados 1.779 acidentes nas rodovias federais de Pernambuco, que deixaram 1.548 feridos e 169 mortes. No mesmo período deste ano, foram registrados 1.387 acidentes, com 1.298 feridos e 150 mortes. Isso representa uma redução de 22% na quantidade de acidentes, 16% no total de feridos e 11% no número de mortes. 

Entre os principais tipos de acidente no primeiro semestre de 2018, destacam-se as colisões traseiras (275), saídas de pista (183) e colisões laterais (173). Já entre as principais causas de acidente, estão a falta de atenção do condutor, com 522 acidentes e 35 mortes, a desobediência às normas de  trânsito, com 140 acidentes e 22 mortes, a ingestão de álcool pelo motorista, com 110 acidentes e 11 mortes, e a velocidade incompatível, com 86 acidentes e 15 mortes.

Nesse período, foram emitidas 54.421 autuações por diversas irregularidades, como ultrapassagens indevidas (3.070), não uso do cinto de segurança (2.666), embriaguez ao volante (886), falta da cadeirinha (268) e do capacete (424). Além disso, foram registradas 19.660 imagens de radar por excesso de velocidade. Já as ações de educação para o trânsito alcançaram 16.262 pessoas, através de palestras e abordagens educativas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.