violência Funcionário é morto a golpes de faca em escola estadual no Pina Crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (21), quando dois suspeitos entraram na escola e, após executarem a vítima, fugiram sem levar nada

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 21/09/2018 17:39 Atualizado em: 21/09/2018 21:01

Homicídio ocorreu na Escola Estadual Delmiro Gouveia - Foto: Gabriel Melo/Esp.DP
Homicídio ocorreu na Escola Estadual Delmiro Gouveia - Foto: Gabriel Melo/Esp.DP
Um funcionário de uma escola estadual no bairro do Pina foi assassinado dentro das dependências da instituição de ensino, na tarde desta sexta-feira (21). O crime ocorreu por volta das 13h quando já nao havia mais alunos nas dependências do centro escolar. Segundo a Polícia Militar, dois elementos, entre 20 e 25 anos, chegaram à Escola Estadual Delmiro Gouveia, alegando que precisavam de um documento de transferência. Após identificarem o alvo, anunciaram assalto, executaram a vítima e fugiram, correndo a pé, sem levar nada. 

Marcelo José de Arruda, 60 anos, era auxiliar administrativo e trabalhava no centro de ensino há apenas seis meses. Ele pediu transferência da Escola Municipal Prof. Dr. Amaro Fernandes de Oliveira Sobrinho, em que estava lotado, na cidade de Surubim, Agreste do estado, para o Recife. Ainda de acordo com a polícia, ele havia comentado que tinha dívidas com agiotas. Ele morreu na hora após os suspeitos desferirem dois golpes de faca no seu pescoço, cada um de um lado. O crime foi presenciado por uma funcionária do colégio, que afirmou ter recebido ordens para se deitar no chão no momento do homicídio. Os demais funcionários da escola estão muito abalados e não quiseram conversar com a imprensa. 

A polícia afirma que ainda não sabe a motivação do crime, mas que, neste primeiro momento, nenhuma linha de investigação pode ser descartada. As investigações serão comandadas pelo delegado Élder Tavares, do DHPP, que vai ouvir ouvir testemunhas, além de pegar imagens de câmeras de segurança pegar câmaeras de estabelecimentos e prédios ao redor da escola.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.