Crime Polícia prende três suspeitos de assassinatos no Cabo de Santo Agostinho Grupo também é investigado por suspeita de envolvimento em triplo homicídio horas antes

Publicado em: 21/09/2018 09:14 Atualizado em:

Três homens foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio contra os policiais, porte ilegal de arma de fogo, receptação por usar veículos roubados e associação criminosa com uso de arma de fogo, na madrugada da última quarta (18), em Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho. Eles são investigados pela polícia por terem cometido um triplo homicídio na mesma praia horas antes da prisão. Na ação, um suspeito foi morto durante uma troca de tiros com os policiais e um outro suposto envolvido ficou ferido. 

O nosso efetivo dá cobertura à área de Ipojuca como um todo, incluindo Porto de Galinhas, Gaibu, Camela, Enseada dos Corais e Serrambi. Ontem, por volta das 20h um tenente nosso, recebemos a informação de que, possivelmente, em um veículo Onix preto e um HB20 branco, estaria descendo com quatro elementos para efetuar homicídios. Diante disso, nós concentramos todos os esforços nas proximidades encontramos o veículo”, comentou o comandante do Bope, Tenente Coronel Câmara Júnior.

Os suspeitos ainda tentaram fugir e chegaram descer do veículo atirando contra a guarnição que está com diversas perfurações de claibre 12 e 40. “Nesse momento, teve início a troca de tiros em que um dos elementos veio a óbito e outro foi baleado, mas está sem risco. Dois se entragaram e um conseguiu fugir”, disse o comandante. 

A Polícia Civil agora investiga se há envolvimento do grupo no triplo homicídio em Gaibu no último dia 2 de setembro. 

Com o grupo, foram apreendidas armamento de uso excluviso das Forças Armadas, toucas ninja, colete balístico, aparelhos de celular e facões.

De acordo com a delegada do Departamento de Homicidios e Proteção a Pessoa, Polyanne Farias, que investiga o caso, a motivação é o envolvimento com atividade criminal relacionada ao tráfico de entorpecentes. “Há uma concentração de esforços na área que integra a região do Cabo de Santo Agostinho. Houve uma rápida atuação policial de forma integrada entre as policias Civil e Militar. Registramos 11% de redução nos crimes violentos, letais e intensionais ocorridos naquela área”, disse. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.