Leilão Vendas de obras de arte para ajudar o Pró-Criança

Por: Mariana Fabrício - Diario de Pernambuco

Publicado em: 20/09/2018 08:54 Atualizado em: 20/09/2018 09:14

Marcelo Peregrino é um dos artistas que participa do leilão social. Imagem: Nando Chiapetta/DP
Marcelo Peregrino é um dos artistas que participa do leilão social. Imagem: Nando Chiapetta/DP
Mais de 200 obras de artistas plásticos pernambucanos estarão em exposição a partir de amanhã, na Garrido Galeria, no bairro de Casa Forte, para divulgar a terceira edição do Leilão do Movimento Pró-criança. O evento beneficente acontecerá no próximo dia 27 de setembro e antes das vendas, as obras poderão ser apreciadas pelo público das 9h às 16h. Mais de 80 artistas plásticos pernambucanos, entre eles Francisco Brennand, Marcelo Peregrino, Renato Vale, Daniel Samico, e Fábio Correia, estão participando. 

Além dos lances livres, cada uma das obras leiloadas terão arremate de 50% em cima do valor original doado para a ONG. A outra metade será do autor da tela. “O projeto é sério e vale a pena a gente doar parte do nosso trabalho. Além de ser uma grande oportunidade porque diversas obras estão com valor mínimo”, comenta Peregrino, que é filho do artista plástico já falecido, Gilvan Samico, e está colaborando com quatro quadros disponíveis para o leilão. 

De acordo com a gestora financeira do Pró-criança, Vania Melo, nas últimas duas edições do Leilão, foi vendido mais de 80% das peças. “Estamos muito felizes em poder comemorar os 25 anos do movimento com mais esse Leilão. Em 2016 tivemos essa ideia para arrecadar verba para a construção do prédio após o incêndio. E hoje nosso objetivo é conseguir comprar mobília para atender as crianças”, comentou. 

Os valores das obras chegam até os R$ 10 mil. A exposição vai até o dia 27 de setembro, quando acontece o leilão.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.