congresso Escola humanizada é tema central de congresso Evento internacional será sediado no Centro de Convenções e traz palestrantes do Brasil, Canadá e Espanha

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/09/2018 08:08 Atualizado em:

Evento propõe reflexão sobre o papel das escolas. Foto: 	Sistema Fecomercio/Sesc/Senac/Divulgação
Evento propõe reflexão sobre o papel das escolas. Foto: Sistema Fecomercio/Sesc/Senac/Divulgação
Entre os dias 19 e 21 deste mês, o Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, vai sediar o XVI Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. Sob o tema “Educação e tecnologia para a humanização da escola”, o evento propõe a reflexão sobre o papel das escolas na formação das crianças e adolescentes como ser humano integral, preparados para uma vida em sociedade, o que só é possível através do desenvolvimento das habilidades socioemocionais. Na programação, mais de 30 nomes da área pedagógica do Brasil, da Espanha e do Canadá discutirão temas relacionados à educação inclusiva, pós-moderna e o uso da comunicação digital como instrumento de interação para estudantes com deficiência intelectual. A grade de atividades também prevê, além de palestras, oficinas, seminários e espaço expositivo.

“A escola precisa tomar consciência que as pessoas estudam e trabalham para ser felizes. Ou seja, a escola humanizada prepara o jovem para saber se relacionar com os outros, ser comunicativo, criativo, ter pensamento crítico, equilíbrio emocional e autocontrole. A pessoa precisa estar preparada para lidar com as emoções e sentimentos negativos e saber escolher o que fazer com eles quando surgirem. As competências socioemocionais precisam estar a favor da sociedade. E uma escola humanizada prepara o aluno para desenvolvê-las”, explica o coordenador do evento, Arnaldo Mendonça.

Entre os palestrantes, destacam-se o educador catalão Antoni Zabala, Miguel Zabalza (Espanha), Caio Lo Bianco (Rio de Janeiro), Isabel Bellaguarda (Ceará), Reynaldo Junior (Rio de Janeiro), Jean-Robert Poulin (Canadá) e Thereza Penna Firme (Rio de Janeiro). São esperados professores, pedagogos, educadores, psicólogos, gestores e diretores de instituições de ensino, editoras de obras educativas e todos profissionais envolvidos na área de educação. Ao todo, serão 37 atividades durante os três dias de congressos e também haverá a exposição, em forma de pôsteres, de 51 trabalhos profissionais na área.

NOVAS NECESSIDADES
“A educação está em fase de transição. E todos nós que trabalhamos com ensino precisamos estar atentos às mudanças. Quando trazemos um congresso internacional desse porte para o Recife temos o objetivo de formar os profissionais envolvidos na educação, porque a maioria deles não foram formados para isso. Esse evento pretende disparar o gatilho de quem ainda não despertou para as novas necessidades e trazer a esses profissionais essa provocação e esse desafio de como implantar uma escola humana sem perder de vista a formação para o mercado, agregando a tudo isso as tecnologias que vêm surgindo”, ressalta o diretor de Educação Profissional do Senac, Eliézio Silva. Dentro da programação, ele destaca o Seminário de Educação Profissional. O Congresso Internacional de Tecnologia na Educação é promovido pelo Sistema Fecomércio/Sesc/Senac. De acordo com a organização, o evento já possui mais de três mil inscritos de todas as partes do país e restam poucas vagas. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.