CONCURSO Provas para PMPE foram realizadas em todo o Estado Abstenção e gabaritos serão divulgados até o final da tarde segundo Conupe/Iaupe.

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 26/08/2018 13:11 Atualizado em: 26/08/2018 13:20

Tranquilidade marcou concurso da PMPE na Escola Barbosa Lima Sobrinho, nas Graças. Foto: Osnaldo Moraes/DP
Tranquilidade marcou concurso da PMPE na Escola Barbosa Lima Sobrinho, nas Graças. Foto: Osnaldo Moraes/DP
As provas do concurso público para o Curso de Formação de Praças da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) realizadas na manhã deste domingo movimentaram os arredores de 146 prédios distribuídos na Capital, na Região Metropolitana do Recife, em Nazaré da Mata, na Zona da Mata, em Caruaru, no Agreste, e em Arcoverde e Petrolina, no Sertão. Segundo a organizadora do concurso, a Comissão de Concursos do Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco (Conupe/Iaupe), ainda não se tem a quantidade de pessoas que deixaram de fazer as provas dentre as 81.396 pessoas inscritas para disputar 500 vagas de concorrência ampla, e outras 368 para disputar 25 vagas específicas para pessoas portadoras de deficiência.

As provas começaram às 8h15 e terminam às 12h15. A Escola Barbosa Lima Sobrinho, na Avenida Agamenon Magalhães, nas Graças, Região Centro do Recife, foi um dos locais de prova e teve uma manhã de tensão para quem esperava familiares. Os portões fecharam às 8h, e a saída era permitida apenas três horas após o início. Para  quem gosta de conferir o gabarito, ele só será divulgado ao longo da tarde.

A Conupe/Iaupe adotou maior rigor no controle do acesso aos locais de prova, proibindo uso de “mochilas, bolsas, pochete ou quaisquer tipos de bagagens, armas, capacete, boné, relógio ou óculos escuros, assim como a utilização de quaisquer materiais de consulta ou de quaisquer outros equipamentos eletrônicos, inclusive telefone celular, smartphones, smartwatches, ainda que desligado e sem a respectiva bateria”. Isso, destacou, sob pena de eliminação.

Na primeira fase do concurso ocorre  o exame de habilidades e conhecimentos, com caráter eliminatório e classificatório. O inclui prova escrita com 60 questões objetivas de múltipla escolha sobre língua portuguesa, matemática, geografia, história, direitos e garantias fundamentais. Além disso há uma questão discursiva, em forma de redação dissertativa. O gabarito preliminar das provas será divulgado na Internet, no endereço www.upenet.com.br, após a conclusão da aplicação das provas. Recursos devem ser encaminhados para o e-mail iaupe.pracapm2018@gmail.com em até cinco dias úteis a partir desta segunda-feira.

A primeira etapa inclui, ainda, exames médicos, avaliação de aptidão física; e avaliação psicológica, todos de caráter eliminatório. A segunda etapa do concurso consistirá do Curso de Formação e Habilitação de Praças PM, de caráter eliminatório e classificatório, a cargo da Secretaria de Defesa Social (SDS), para o qual serão convocados apenas quem alcançar os 500 melhores resultados na primeira fase e se mostrarem com aptidão em todas as demais fases da primeira etapa.

O resultado final do concurso será homologado por portaria conjunta dos secretários de Administração e de Defesa Social, a ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), com  duas relações. A primeira indicará todos os nomes de quem obteve classificação e a segunda, apenas com pessoas portadoras de deficiência. O concurso será válido por dois anos, a partir da sua primeira homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.