Encontrado Estudante pernambucano desaparecido nos Estados Unidos é localizado Segundo Polícia Federal a informação teria sido passada pela mãe do jovem

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/08/2018 21:40 Atualizado em: 15/08/2018 23:08

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
O universitário de Olinda Aquiles Candéas Leal, 21 anos, que estava desaparecido há nove dias, foi encontrado na noite desta quarta-feira (15). De acordo com a Polícia Federal, o estudante estava perambulando pelas ruas de San Francisco, Califórnia, nos Estados Unidos. Ainda não se sabe os motivos que o levaram a ficar desnorteado. 

Segundo o pai do estudante, o empresário Júlio Leal, 45 anos. Após dias sem contato com o filho, eles receberam uma ligação de um hospital de San Francisco. "Não temos informação sobre o que aconteceu. Uma pessoa nos ligou dizendo que o nosso filho estava internado. Além disso, pediram que assim que possível alguém fosse buscá-lo", desabafa.

Leal teria informado ainda que familiares ficaram desesperado após entrar em contato com o padrasto de um amigo de Aquiles, o rapaz  estaria na casa dele antes de desaparecer.

"No começo, achamos que o celular estava com a bateria descarregada, mas depois percebemos algo errado e ligamos para um contato de emergência deixado por ele antes de viajar.  Ao ligarmos, o padrasto do amigo nos disse que meu filho tinha locado um carro e sumido", detalha.

O pai acredita que a família foi encontrada pelo hospital após publicação feita nas redes sociais.  "Ele trabalha comigo, nunca sumiu antes, já viajou ao exterior, ficamos muito preocupados. Acredito que se ele tivesse com o passaporte, eles entrariam em contato primeiro com o consulado", conta.

A mãe do jovem, a microempresária Viviane Candeas está com viagem marcada nesta quinta-feira (16) para buscar o filho nos EUA.  Ela estava desesperada em busca de Aquiles. A família acredita que dependo do estado de saúde do rapaz, ele volte neste fim de semana.

Aquiles é aluno do curso de educação física em uma faculdade particular do Recife e viajou para os Estados Unidos em busca de aprimorar o inglês e trabalhar no país. Ele voltaria para casa na próxima segunda (20). Antes do desaparecimento, a última vez que o jovem teria entrado em contato com a família teria sido no último dia 6 de agosto.  A mãe fez um apelo nas redes sociais, relatando a história do filho desaparecido.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.