Educação ADUFEPE lança Comitê em Defesa da Democracia O Comitê surge da necessidade de combater as ameaças ao direito à universidade pública de qualidade, inclusiva e de livre expressão

Publicado em: 14/08/2018 10:17 Atualizado em: 14/08/2018 10:40

Imagem: divulgação
Imagem: divulgação

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pernambuco e a Frente Brasil Popular lançam, nesta terça-feira (14), o Comitê em Defesa da Democracia. Para reforçar a luta contra os cortes sucessivos feitos na educação pelo Governo Federal, haverá palestras e debates com o movimento estudantil, professores, além do ex-reitor Amaro Lins  e do ex-ministro da Ciência e Tecnologia Sérgio Rezende. A solenidade está marcada para as 14h, no Auditório da ADUFEPE, no campus Recife. Na manhã desta segunda, dirigentes da Associação realizaram uma panfletagem convidando a comunidade acadêmica para o evento.

“Nós estamos em uma época de efervescência política. Vamos ter eleições em todos os níveis em poucas semanas. É importante aproveitarmos esse momento da democracia brasileira para participar das campanhas. Precisamos ver como os candidatos se comprometem em defesa do ensino, da ciência e da tecnologia. Nós podemos influenciar os próximos parlamentares e dirigentes de nosso país. É importante que nos mobilizemos”, convocou o ex-ministro Sérgio Rezende.

O Comitê surge dessa necessidade de combater as ameaças ao direito à universidade pública de qualidade, inclusiva e de livre expressão. “Defender a democracia brasileira é combater a destruição dos direitos sociais e trabalhistas arduamente conquistados pelo povo brasileiro”, adiantou o presidente da ADUFEPE, Edeson Siqueira. 

Na programação, representantes da União Nacional dos Estudantes abrem o debate traçando um panorama da atual conjuntura. Em seguida, o engenheiro civil e professor Amaro Lins assume a discussão sobre o momento político focado nas ameaças para a universidade brasileira. A professora e doutora em Sociologia Maria Eduarda da Mota Rocha amplia a discussão traçando o paralelo entre a comunicação e a democracia no Brasil. O professor Sérgio Rezende encerra a rodada de palestras ministrando acerca da democracia e o financiamento da pesquisa na universidade..

“Eu vou mostrar como o setor de Ciência e Tecnologia evoluiu no Brasil nos últimos 50 anos. Quero mostrar todos os avanços que foram conquistados no Governo Lula e o retrocesso de agora. O primeiro golpe veio no início da gestão Temer com a extinção do Ministério. O segundo foi o corte dramático nas verbas para Ciência e Tecnologia. Os recursos caíram nos últimos anos e estamos com ameaça de limitação maior nos investimentos e o comprometimento do setor”, complementou Sérgio Rezende.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO NA ÍNTEGRA
14h – Abertura e lançamento do Comitê em Defesa da Democracia

14h10 – Movimento estudantil e a atual conjuntura
Convidados: representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE)

14h30 – O momento político atual e as ameaças para a universidade brasileira
Convidado: ex-reitor da UFPE, professor Amaro Lins

14h50 – Comunicação e democracia no Brasil
Convidada: doutora em sociologia, professora Maria Eduarda da Mota Rocha

15h10 – Democracia e financiamento da pesquisa na universidade
Convidado: ex-ministro da Ciência e Tecnologia, professor Sério Rezende

15h30 – Debate


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.