Neste domingo Governo faz concurso para ingresso como oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros O resultado final do Concurso será homologado através de Portaria Conjunta dos Secretários de Administração e de Defesa Social, publicada no Diário Oficial do Estado

Publicado em: 12/08/2018 06:00 Atualizado em:

O Governo de Pernambuco promove neste domingo as provas do concurso público para cargo de oficial na Polícia Militar (PMPE) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE). O exame ocorre entre às 8h15 e 13h15 deste domingo (12). Um total de 4.016 policiais militares e 2.825 bombeiros se inscreveram. A Comissão de Concursos do Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco (Conupe/Iaupe) é a instituição organizadora do concurso público. Estão sendo oferecidas 60 vagas de oficiais para oficiais da PMPE e 20 para o CBMPE. As provas acontecem em 13 prédios, no Recife. O concurso será valido por dois anos, a partir da sua primeira homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Os portões serão fechados, impreterivelmente, às 8h, não sendo permitida a entrada após esse horário. O candidato só poderá sair da sala de prova após quatro horas do seu início. O candidato deverá comparecer ao local da prova com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o fechamento dos portões. Não será admitido ingresso de candidato aos locais de realização da prova após o horário fixado para o fechamento dos portões.

Não será permitido o acesso de candidatos aos prédios, ou às salas de aplicação das provas, portando mochilas, bolsas, pochete ou quaisquer tipos de bagagens, armas, capacete, uso de boné, relógio ou óculos escuros, assim como a utilização de quaisquer materiais de consulta ou de quaisquer outros equipamentos eletrônicos, inclusive telefone celular, smartphones, smartwatches, ainda que desligado e sem a respectiva bateria, sob pena de eliminação do concurso.

A comunicação entre os candidatos, utilização de máquinas calculadoras ou similares, livros, anotações, impressos, ou qualquer outro material de consulta, inclusive consulta a códigos e à legislação também não serão permitidas.

CARTÃO INFORMATIVO: podem ser emitidos até o dia do exame (12/08/18), no site:http://www.upenet.com.br, no link link Oficiais da PM e BM - 2018. Nesse caso, o candidato, assumirá, integralmente, os erros contidos no seu cartão. A Comissão não se responsabilizará pelo candidato que faltar à prova, por desconhecer o local de sua realização.

 
Para o acesso do candidato à sala de aplicação de provas, será necessária a apresentação do Cartão Informativo e do Documento de Identidade Original ou de algum outro documento que possua foto e assinatura recentes e, ainda, de caneta esferográfica azul ou preta, fabricada em material transparente.

Documentação: carteiras expedidas pelo Ministério da Defesa, pela Secretaria de Defesa Social ou órgão equivalente, pelo Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Militar de outras unidades da federação; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos); passaporte, carteiras funcionais do Ministério Público, carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação (modelo com foto).

Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo sem foto), carteiras de estudante, carteiras ou crachás funcionais sem valor de identidade, nem documentos ilegíveis, não-identificáveis ou danificados, além dos documentos fora do prazo de validade.

PROVAS: DA PRIMEIRA FASE DO CONCURSO - EXAME DE HABILIDADES E CONHECIMENTOS: de caráter eliminatório e classificatório, esse exame consistirá de prova escrita que constará de 70 questões objetivas de múltipla escolha, cada uma com 05 alternativas de resposta, sendo apenas uma correta, no gabarito padrão nas opções de A, B, C, D e E, e uma discursiva, em forma de redação dissertativa.

Os recursos deverão se encaminhados para o e-mail: iaupe.oficiais2018@gmail.com, em até cinco dias úteis, a contar do primeiro dia útil após a sua divulgação.

CLASSIFICAÇÃO: Serão considerados aprovados na primeira etapa do concurso apenas os candidatos de que tratam os itens 7.1 e 7.1.1 do Edital que venham a ser considerados aptos em todas as fases dessa etapa. Todos os demais candidatos serão eliminados do concurso público.

A classificação dos candidatos na primeira etapa dar-se-á na ordem decrescente das notas obtidas no Exame de Habilidades e Conhecimentos, em conformidade com o que estabelecem os itens 6.5.1 e 6.5.2.1 do mesmo edital.

 
DAS ETAPAS DO CONCURSO:

DA PRIMEIRA ETAPA: Destinada à seleção de candidatos ao Curso de Formação de Oficiais PM / BM, a Primeira Etapa constará das seguintes fases:

a) 1ª FASE: Exame de Habilidades e Conhecimentos, aferido por meio de aplicação de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

b) 2ª FASE: Exames Médicos, de caráter eliminatório;

c) 3ª FASE: de Aptidão Física, de caráter eliminatório;

c) 4ª FASE: Avaliação psicológica, de caráter eliminatório; e

d) 4ª FASE: Exames Médicos, de caráter eliminatório.

DA SEGUNDA ETAPA: A Segunda Etapa do Concurso consistirá do Curso de Formação de Oficiais PM / BM, de caráter eliminatório e classificatório, a cargo da Secretaria de Defesa Social, para o qual serão convocados apenas os 60 vagas para o cargo de Oficial da PMPE e de 20 vagas no cargo de Oficial do CBMPE, melhor classificados na primeira fase e considerados aptos em todas as demais fases da primeira etapa.

RESULTADO: O resultado final do Concurso será homologado através de Portaria Conjunta dos Secretários de Administração e de Defesa Social, publicada no Diário Oficial do Estado, na qual constarão duas relações de candidatos classificados, em ordem crescente de classificação, contendo o nome do candidato e pontuação final, respectivamente, a primeira contendo todos os classificados e a segunda contendo, apenas, os candidatos classificados pessoas com deficiência.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.