Nesta terça MTST faz novo protesto e fecha Avenida Domingos Ferreira Integrantes do movimento querem chamar a atenção para a questão da moradia no Recife

Publicado em: 07/08/2018 09:06 Atualizado em: 07/08/2018 09:22

Imagem: MTST/Divulgação
Imagem: MTST/Divulgação

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem teto (MTST) voltaram nesta terça-feira (7) a fechar mais uma rua em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Desta vez, o trecho da Avenida Domingos Ferreira, próximo ao Empresarial Karla Patrícia, no Pina. Eles atearam fogo em pneus, impedido a passagem dos veículos. O ato faz parte da jornada de lutas pela moradia que acontece esta semana. Nesta terça, o MTST questiona moradia para a comunidade Sítio dos Pescadores, localizado no Bode, no Pina, e das palafitas. 

 (Imagem: MTST/Divulgação)

A organização alega que é urgente a apresentação de uma saída habitacional para as 80 famílias que vivem no Sítio dos Pescadores.O Bode, localidade onde a ocupação se encontra, é uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS). Por isso, o MTST alega que deveria servir a políticas pública de moradia e regularização fundiária, no entanto, vem sendo neglicenciada.

Na última segunda (6), os trabalhadores sem-teto fecharam a Rua Ernesto de Paula Santos, em Boa Viagem, também na Zona Sul do Recife. Eles protestaram contra a reintegração de posse dos moradores da comunidade do Pocotó, que enfrenta um processo de despejo contra as 42 famílias. 

Imagem: MTST/Divulgação
Imagem: MTST/Divulgação

Até o final dessa semana, o MTST anunciou que fará outras manifestações na cidade para chamar a atenção da população pela ausência de políticas públicas para a moradia no Recife. Segudo o movimento, não há propostas alternativa para os moradores da Pocotó.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.