URB Obras na II perimetral alteram trânsito na Torre Primeira etapa começa nesta segunda-feira e deve ser entregue em 90 dias. Não há, porém, previsão para conclusão de serviço orçado em R$ 249,89 milhões

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 30/07/2018 07:50 Atualizado em:

Rua Marcos André vai passar por mudança de sentido
Foto: Google Street View / Reprodução
Rua Marcos André vai passar por mudança de sentido Foto: Google Street View / Reprodução
Motoristas que circulam pelo bairro da Torre, na Zona Oeste do Recife, devem ter atenção redobrada para alterações no trânsito da área a partir da manhã desta segunda-feira (30). O início das obras na II Perimetral, apresentadas ao público na última semana, transformará a Rua Marcos André, no trecho entre a Avenida Beira Rio e a Rua José Bonifácio, em via de sentido único. Além dela, a Rua dos Operários terá seu sentido de circulação invertido, permitindo aos condutores mais uma opção de acesso à Rua José Bonifácio. 

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) montou um esquema para minimizar os efeitos da mudança na região. Segundo o presidente da URB, João Alberto Faria, o processo será acompanhado por todos os agentes públicos envolvidos nas mudanças.

Entenda

Recursos da ordem de R$ 249,8 milhões serão investidos pela Prefeitura do Recife (PCR), através da Autarquia de Urbanização do Recife (URB), no projeto de Requalificação da II Perimetral, uma das principais rotas viárias de transporte coletivo entre as Zonas Norte e Sul da Capital. As obras terão financiamento do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal (Caixa) enquanto a PCR entrará com uma contrapartida de R$ 65 milhões. 

Os trabalhos, divididos em quatro trechos, unirão os rios Tejipió e o Beberibe, numa extensão de 20 quilômetros, indo até a divisa com Olinda. Segundo o presidente da URB, João Alberto Faria, parte da primeira etapa licitada, a um custo de R$ 37 milhões, tem prazo de conclusão de 90 dias.

 O titular da autarquia afirmou que a programação das obras se inicia com os serviços de substituição e implantação da rede de drenagem em aproximadamente cinco quilômetros de área, a partir do cruzamento da Avenida Engenheiro Abdias de Cavalho com a Estrada dos Remédios, até a Ponte Governador Cordeiro de Farias, retornando ao ponto inicial pelas ruas José Bonifácio, Real da Torre e João Ivo da Silva. 

João Alberto Faria assegurou ainda que na primeira fase a ser entregue à população em janeiro de 2019 estão incluídos, também, a requalificação de dez quilômetros de calçadas dentro das normas de acessibilidade, a melhoria da pavimentação das vias e reforço nas placas de concreto, implantação de 11 novos pontos de ônibus, 1,4 quilômetro de ciclofaixa nas vias secundárias e ainda a implantação de iluminação pública em LED. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.