tragédia Enterro de Denirson Paes, médico assassinado em Camaragibe, será neste sábado Corpo foi encontrado esquartejado na cacimba da própria residência, em Camaragibe. Sua esposa e filho mais velho são suspeitos de cometerem o homicídio qualificado

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 28/07/2018 12:44 Atualizado em: 28/07/2018 15:43

 (Foto: Reprodução/ Facebook)

 

O corpo do médico e advogado Denirson Paes Silva, de 54 anos, chegou por volta de 8h deste sábado em Campo de Lourdes (BA), sua cidade-natal, a 1.170 km do Recife. Após quase dois meses de espera e angústia, os familiares e amigos do cardiologista estão velando o corpo na casa do pai da vítima, Francisco Ferreira da Silva. Às 15h, ocorrerá um culto e às 16h uma missa que antecede o cortejo até o cemitério municipal da cidade, onde será realizado o sepultamento às 17h do sábado. O médico foi encontrado esquartejado na cacimba da própria residência, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife.


 

O filho mais novo do casal, Daniel Paes, 20 anos, que estava no Recife, foi levado por um primo de Denirson para Campo Alegre de Lourdes. Eles pegaram um voo para Petrolina ainda na noite da quinta-feira (26) e depois seguiram de carro até o município baiano. A liberação do corpo pelo Instituto de Medicina Legal (IML) foi aguardada por esse mesmo primo, que preferiu não ser identificado, e por duas amigas de infância do médico e de sua esposa, Jussara Rodrigues Paes Silva, 54 anos, uma das suspeitas pelo homicídio qualificado. 

"No momento, sentimos alívio. Porque praticamente foram quase dois meses com esse sofrimento. Primeiro veio o desaparecimento, segundo a confirmação da morte e terceiro, essa dor que foi a juntada do corpo. É um alívio, mas com muita dor e muito sofrimento de toda a cidade, porque Campo Alegre de Lourdes é uma cidade pequena, todos nós somos amigos, todos nós somos irmãos. São três famílias que foram destruídas com esse crime. Eu vivi a infância junto com Denirson e Jussara", declarou Auristela Landim, comadre do casal. Um dos filhos de Auristela é afilhado do casal.

 


Uma das linhas de investigação da Polícia Civil trabalha com a hipóteses de que a motivação do crime seria a iminente separação do casal, segundo o relato de diversas testemunhas ouvidas até agora.

 


O corpo de Denirson foi localizado no dia 4 de julho. As escavações feitas para encontrar algumas partes da vítima foram concluídas no dia 12 de julho, quando 90% do corpo foram encontrados, incluindo a cabeça e o tronco, fundamentais para identificar a causa da morte do médico. As partes foram encontradas a mais de 25 metros para dentro da cacimba, cobertas com metralha e areia. A cacimba fica ao lado da piscina da residência do cardiologista, localizada no Residencial Torquato Castro, km 12, Estrada de Aldeia, em Camaragibe. 

Mesmo após o sepultamento Denirson Paes, a Polícia Civil de Pernambuco relatou que os laudos e exames periciais “continuam sendo realizados e sem prazo de entrega, visando colaborar na elucidação do crime pelas autoridades policiais”. Apesar de o atestado de óbito de Denirson Paes Silva informa que a causa da morte ainda está “a esclarecer”, de acordo com fontes da reportagem, os exames periciais indicam que Denirson sofreu uma tentativa de enforcamento, identificado por marcas no pescoço, seguida de uma pancada na cabeça. Os peritos identificaram um afundamento em parte do crânio, mas ainda é cedo para dizer que a causa da morte tenha sido essa. O resultado da perícia tanatoscópica não foi divulgado pela polícia. 


 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.