INSEGURANÇA Estupro de vulneráveis e pornografia infantil motivam quatro prisões Polícia revela detalhes da prisão de casal por estupro de crianças, homens que atuavam com pornografia e suspeito de matar três mulheres.

Publicado em: 18/07/2018 19:40 Atualizado em: 18/07/2018 20:15

Um casal foi preso por suposto estupro de vulnerável, um menino e uma menina filhos dos dois, enquanto dois homens foram presos pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) na manhã desta quarta-feira por envolvimento com pornografia infantil. As operações foram realizadas durante a manhã e tarde desta quarta-feira, mas informados apenas agora à noite, no mesmo momento em que registrou a prisão de um suspeito de ser autor de sete homicídios, incluindo triplo homicídio de mulheres.

Segundo a PCPE, Irenilson Firmino e Lisangela de Araújo de Andrade, suspeitos de estupro de vulnerável ocorrido há seis anos foram presos preso no bairro de Jardim Paulista, no município de Paulista. Lisangela tinha um filho quando passou a conviver com Irenilson e, apesar de várias denúncias de abusos que a criança sofria, sempre defendeu o esposo, que também é suspeito de abusar sexualmente da própria filha, com sete anos de idade, fruto de uma relação extraconjugal. Lisangela é considerada cúmplice e conivente com os crimes praticados pelo marido. O caso vai ter os detalhes revelados na manhã desta quinta-feira pela delegada Beatriz Gibson.

Nesta quarta-feira, a PCPE deflagrou a Operação Playground em Carpina, a 55 quilômetros do Recife, na Zona da Mata, para dar cumprimento a dois mandados de busca e apreensão de material de pornografia infantil na residência de dois homens de nomes e idades não informados. Os dois homens foram autuados pelo crime previsto no Artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e encaminhados a audiência de custódia. A operação contou com o apoio da área de inteligência da PCPE e os detalhes do caso serão apresentados também na manhã desta quinta-feira.

Oito homicídios - Também na manhã desta quinta-feira o delegado João Leonardo vai revelar os detalhes da prisão de Saulo Tassio dos Santos Silva, tratado como suspeito de ser o autor de sete homicídios registrados neste ano, incluindo um triplo homicídio que vitimou três mulheres no bairro de Bom Sucesso, em Olinda. Segundo a PCPE, Saulo foi preso no município de Baieux, na Paraíba, após um intenso trabalho investigativo e integrado das forças policiais dos estados de Pernambuco e da Paraíba.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.