Caruaru Carro carbonizado em Cupira pode ser o mesmo usado no assassinato do advogado Veículo foi apreendido e levado para perícia. Resultado do exame deve sair em 30 dias

Publicado em: 17/07/2018 14:40 Atualizado em: 17/07/2018 20:38

Um carro queimado encontrado na cidade de Cupira, no Agreste, está sendo alvo de investigação da Polícia Civil, que suspeita que o veículo tenha sido usado no assassinato do advogado de 46 anos, na quinta-feira passada (12), em Caruaru. O veículo foi recolhido e está sendo periciado pelo Instituto de Criminalística. O resultado da perícia deve ser divulgada nos próximos 30 dias.  A polícia trabalha com diversas linhas de investigação, entre elas a de execução.

O advogado André Ambrósio Ribeiro Pessoa, 46, deixava a filha de um ano e a babá na casa da ex-mulher, no Loteamento Itamaraty, em Caruaru, quando foi executado com cinco tiros na frente da empregada e da criança. O crime foi gravado pelas câmeras de segurança da residência da ex-sogra, onde ocorreu a abordagem. André foi obrigado a deitar no chão e em seguida recebeu cinco disparos na cabeça. 

No sábado passado (14), a Polícia Civil divulgou o retrato falado do suspeito, que aparece vestido com uma camisa branca e boné preto. O assassino tem pele parda escura, idade entre 26 e 30 anos e altura entre 1,65 e 1,70. O suspeito também possui uma tatuagem grande no braço esquerdo.

A Polícia também investiga as imagens de um vídeo que circulou em Caruaru no último domingo (15), onde mostra que o veículo usado no crime já havia sido visto com suspeitos no dia 3 de julho, no bairro Indianópolis. A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Pernambuco, está acompanhando as investigações do assassinato.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.