Despedida Corpo de advogado assassinado em Caruaru é sepultado no Recife Velório e enterro aconteceram no Cemitério de Santo Amaro nesta sexta-feira (13)

Publicado em: 13/07/2018 21:54 Atualizado em: 13/07/2018 22:04

A despedida do advogado trabalhista e empresário André Ambrósio Ribeiro Pessoa, 46 anos, foi marcada pelo silêncio. Ele morava em Boa Viagem, no Recife, e foi assassinado em Caruaru, Agreste de Pernambuco, na tarde dessa quinta-feira (12). O velório e sepultamento do advogado aconteceram na tarde desta sexta (13) no Cemitério de Santo Amaro, área central da capital pernambucana.


A mãe da vítima, Laís Ambrósio, 76, ficou debruçada sobre o caixão durante parte da cerimônia. "Assassinaram o meu filho, um homem honesto, decente, trabalhador, prestativo. Quero apenas saber o porquê desse crime. O meu filho era uma pessoa boa, defendeu causas sem nunca cobrar nada. Não é justo que isso tenha acontecido", disse.


A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) informou que vai acompanhar as investigações sobre o assassinato. O advogado Marcelo Santa Cruz, vice-presidente da comissão, disse que a entidade indicará um assistente criminalista para se associar aos trabalhos da Polícia e auxiliar no que for necessário. “Do jeito que isso aconteceu, não dá para acreditar que não se trata de execução. A sociedade não pode se acostumar com a banalização da morte. É ruim não se indignar com a forma como as pessoas são executadas”, afirmou.


Entenda o caso

A Polícia Civil investiga o assassinato do advogado André Ambrósio Ribeiro Pessoa, 46 anos, morto com cinco tiros no fim da tarde dessa quinta-feira (12), em Caruaru, no Agreste. A vítima chegava na casa da ex-mulher, no Loteamento Itamaraty, para deixar a filha de um ano e a babá, quando foi abordado pelo assassino. O autor do crime, ainda desconhecido, mandou que ele entregasse a criança para a empregada e em seguida ordenou que o advogado se ajoelhasse ao meio fio e disparou cinco tiros contra a cabeça dele.

A ação criminosa foi presenciada pela filha da vítima e filmado pelo circuito de segurança, instalado na residência, no Alto do Moura, ponto turístico da cidade. O assassino chegou em um carro de cor prata. Neste sábado, a Polícia Civil de Pernambuco vai apresentar, em Caruaru, um retrato falado do homem que efetuou os disparos. 

André Ribeiro Pessoa ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu no local. O advogado, que morava na Avenida Boa Viagem, andava em um carro blindado. A Polícia ainda não sabe a motivação do crime, mas não tem dúvidas de que se trata de uma execução. Segundo a polícia, a vítima estava com R$ 1 mil no bolso, que não foi levado pelo assassino. O corpo do advogado foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru. O advogado é a 10º vítima de homicídio em Caruaru este ano e o 101º assassinato de 2018.

Na madrugada desta sexta (13), um carro cor de prata, suspeito de ter sido usado no crime, em Caruaru, foi apreendido pela Polícia, no bairro de Jardim Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. O veículo foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Cordeiro. O carro estava com uma placa clonada e o condutor prestou depoimento e, em seguida, foi liberado. O veículo ainda está retido no DHPP e deve passar por uma perícia ainda nesta sexta-feira.

Por meio da assessoria de comunicação, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Pernambuco, informou que o presidente em exercício da OAB-PE, Fernando Ribeiro Lins, seguiu para o município de Caruaru, onde terá uma reunião com o delegado Rodolfo Barcelar na qual solicitará informações mais aprofundadas sobre a ocorrência e celeridade na investigação e resolução do caso.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.