paralisação Rodoviários paralisam veículos e passageiros seguem a pé na Ponte Duarte Coelho O assessor do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, garante que motoristas não estão completamente paralisados e que ação é feita pela oposição

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/07/2018 08:14 Atualizado em: 12/07/2018 09:37

Oposição do Sindicato dos Rodoviários realiza paralisação na manhã desta quinta-feira em forma de protesto sobre rodadas de negociações de salário e benefícios. Foto: Mariana Moraes/Esp. DP
Oposição do Sindicato dos Rodoviários realiza paralisação na manhã desta quinta-feira em forma de protesto sobre rodadas de negociações de salário e benefícios. Foto: Mariana Moraes/Esp. DP


Os passageiros de ônibus que trafegam entre as avenidas Guararapes e Conde da Boa Vista na manhã desta quinta-feira (12) tiveram que seguir a pé na Ponte Duarte Coelho. Isso ocorreu porque houve uma paralisação feita por um pequeno grupo que faz oposição ao Sindicato dos Rodoviários.

O assessor do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, garante que motoristas não estão completamente paralisados e que a categoria só decidirá por possível paralisação após assembleia na próxima semana, se não conseguir negociar com patrões.

De acordo com Aldo Lima do Central Sindical e Popular/Conlutas, que está liderando a movimentação, além da Duarte Coelho há focos na Rua da Aurora, 13 de Maio.

"Para chegarmos de fato a uma paralisação enquanto sindicato nós devemos nos guiar pela lei de greve. O movimento dos opositores só traz prejuízos para a categoria e também para a população", explica.

Negociação 

Está prevista para a tarde de hoje mais uma rodada de negociações que discutirá o reajuste do salário e dos benefícios da categoria.

De acordo com a assessoria do Sindicato, a contraproposta patronal sugeriu aumento de 2,82%, tanto para ticket e salário. O que será discutido é o valor proposto pelo presidente da categoria, com reajuste de 4,5% para o salário e 11% para o ticket. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.