Polícia Aposentado da Funase será sepultado nesta segunda A polícia já está com as imagens do condomínio onde a vítima morava

Publicado em: 09/07/2018 08:29 Atualizado em: 09/07/2018 19:12

Imagens do circuito de segurança do edifício Maria Gabriel estão sendo analisadas. Foto: Google/Reprodução.
Imagens do circuito de segurança do edifício Maria Gabriel estão sendo analisadas. Foto: Google/Reprodução.
A Polícia Civil já está com as imagens do circuito de segurança do edifício Maria Gabriel, onde um aposentado da Funase apareceu morto, no último sábado (7), em Boa Viagem. Silvério Inocêncio Tavares, 68 anos, foi encontrado com várias perfurações de faca no abdômen na cozinha do seu apartamento, na Rua Amália Bernardino de Souza.

Segundo a Polícia Civil, as lesões foram provocadas por arma branca. O caso será apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Silvério Inocêncio estava sozinho em casa no momento do crime. Sua mulher, tinha ido ao salão de beleza quando chegou e encontrou o marido morto. O casal tem uma filha de 14 anos, que estava na casa de parentes.

O corpo do aposentado foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal, onde passou por necropsia. Segundo peritos do Instituto de Criminalística, havia sinais de luta corporal no apartamento, embora não tivesse sinais de arrombamento do imóvel. A Polícia informou que as chaves da casa não foram localizadas, nem a carteria de cédulas com documentos da vítima. 
 
A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) divulgou nota lamentando o ocorrido. Segundo a entidade, Silvério Inocêncio trabalhou vários anos na Funase, e seu último local de trabalho, foi a Unidade de Atendimento Inicial (Uniai), onde exercia funções administrativas. Silvério Inocêncio aposentou-se há três meses.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.