OPORTUNIDADE Funase abre seleção com 496 vagas para agentes socioeducativos Os selecionados terão salário de R$ 1.584,00. Para concorrer, é necessário ter o ensino médio completo

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/07/2018 15:19 Atualizado em: 05/07/2018 20:09

O certame tem o objetivo de preencher quadros em 11 unidades da instituição. Foto: Nando Chiappetta/DP.
O certame tem o objetivo de preencher quadros em 11 unidades da instituição. Foto: Nando Chiappetta/DP.
A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) abriu, nesta quinta-feira (5), as inscrições para uma seleção pública com 496 vagas para agentes socioeducativos. O certame tem o objetivo de preencher quadros em 11 unidades da instituição situadas na Região Metropolitana do Recife e nas três novas unidades em construção: os Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo II, Jaboatão II e Recife, todos com previsão de entrega para este ano. Também será formado cadastro de reserva. O edital da seleção simplificada foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e estará disponível no site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib).

Os selecionados terão salário de R$ 1.584,00. Para concorrer, é necessário ter o ensino médio completo. A seleção será feita por meio da análise de experiência profissional e de títulos, sendo 100 a pontuação máxima. Ficarão mais bem classificados os candidatos que possuírem o ensino superior completo em qualquer área do conhecimento, que tiverem feito cursos na área de Socioeducação e tiverem experiências profissionais anteriores nas áreas de Adolescência e Juventude e de Educação Social, com trabalhos em Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e abrigos.

Entre as funções dos agentes socioeducativos, estão a recepção dos socioeducandos nas unidades, a garantia da integridade física, psicológica e moral deles, o zelo pela disciplina e o acompanhamento e custódia dos adolescentes em consultas médicas, audiências e visitas domiciliares.

Os contratos, que são temporários, terão validade por um ano, podendo ser prorrogados por iguais períodos até o máximo de seis anos, conforme interesse e necessidade da Funase. Do total de vagas, 5% (25) serão reservadas para pessoas com deficiência. A formalização do edital está contida na Portaria Conjunta nº 101, de 4 de julho de 2018, publicada no DOE pela Secretaria de Administração (SAD) e pela Funase.

As inscrições seguem até o dia 5 de agosto de 2018 e devem ser feitas exclusivamente pelo site do Idib. A taxa de inscrição é de R$ 31,90. Está isento do pagamento o candidato regularmente inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou que for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007. Nesses casos, o interessado deve preencher formulário específico disponibilizado no edital. A divulgação do resultado da seleção pública simplificada ocorrerá no dia 6 de setembro deste ano.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.