Solidariedade Pernambuco acolhe 69 imigrantes venezuelanos nesta terça-feira A partir da instalação dos imigrantes, o estado, em parceria com os municípios de Igarassu, vai identificar as principais necessidades e articular ações de atendimento às necessidades básicas

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/07/2018 21:15 Atualizado em: 03/07/2018 22:03

Foto: Pedro Luiz/Cortesia
Foto: Pedro Luiz/Cortesia
Nesta terça-feira (03), o estado de Pernambuco recebeu 69 imigrantes venezuelanos vindos do estado de Roraima, na Região Norte do Brasil por meio do programa nacional de acolhimento emergencial. A recepção ficou sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ). O grupo foi alojado nas resistência administradas pela ONG Aldeias Infantis, em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. 

Segundo informações do órgão, vieram para o nordeste mais de 160 pessoas, entre adultos e crianças. A Força Aérea Brasileira ajudou nesse deslocamento, oferecendo uma aeronave especial. Do total, 45 seguiram para João Pessoa, na Paraíba e outros 50 foram para as Aldeias infantis do Rio de Janeiro. 

Segundo o secretário Cloves Benevides, do total de imigrantes vindos para o estado, 23 são crianças de até 11 anos. “Para que fosse minimizada a situação que o país vem enfrentando com a chegada de imigrantes venezuelanos, foi feita a interiorização e o atendimento aos grupos familiares com políticas sociais. Tudo em diálogo entre o governo federal e o organismo internacional”, explicou. 

A partir da instalação dos imigrantes, o estado, em parceria com os municípios de Igarassu, vai identificar as principais necessidades e articular ações de atendimento às necessidades básicas e qualificação profissional. “Neste momento, vamos precisar de parcerias com a indústria e comércio local para garantir condições de inserção dessas pessoas, para que possam construir uma nova vida”, pontuou o secretário-executivo, Joelson Rodrigues. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.