Projeto Primeira edição do Olinda Mais Lazer movimentou a orla da cidade neste domingo Ação acontecerá um domingo por mês, na Praia do Quartel, com diversas atividades

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/07/2018 12:41 Atualizado em:

Expectativa é de que cinco mil pessoas tenham passado pelo local na primeira edição do projeto. Foto: Peu Ricardo/DP
Expectativa é de que cinco mil pessoas tenham passado pelo local na primeira edição do projeto. Foto: Peu Ricardo/DP
O mês de julho começou com uma nova opção de lazer para os moradores de Olinda, na Região Metropolitana. Quem passou pela Praia do Quartel na manhã deste domingo (1) pode participar de uma série de atividades de saúde e lazer promovidas pela prefeitura da cidade. Denominado Olinda Mais Lazer, o projeto teve início hoje e será realizado um domingo ao mês. A expectativa é de que a ação seja ampliada em breve, com duas edições mensais.
    
A prefeitura interditou um trecho de 150 metros da orla. Entre as atividades oferecidas estavam avaliações nutricionais, aferição de pressão e glicemia, além de distribuição de preservativos. Havia também opções para os pequenos: brinquedos infláveis, cama elástica e atividades de pintura garantiram a diversão das crianças, que estão em mês de férias. O projeto segue sempre das 6h ao meio-dia.
    
Moradora de Jardim Atlântico, a cabeleireira Milena Cedrim aproveitou o domingo ensolarado para levar a filha, Maria Alice, de 5 anos, para se divertir. “Ela já brincou no pula-pula, cama elástica, andou de bicicleta…”, disse, ressaltando que a ação é importante para o lazer. “É uma diversão e Olinda precisava disso. É algo que já acontece no Recife Antigo e em outras cidades, como Maceió. Hoje só temos opções de lazer no shopping e criança tem que brincar ao ar livre”.
    
O técnico de laboratório Renato Nascimento também aproveitou o primeiro domingo de julho para se divertir com a família. Ele e o filho, Thiago Moura, de quatro anos, participaram de uma atividade de pintura. “É uma ótima opção, principalmente nas férias. Nós (pais) não pensamos tanto em opções para nós, mas sim para os nossos filhos”, afirmou. Morador de Rio Doce, ele disse que não sabia da ação até o início da manhã deste domingo. “Acho que faltou divulgação. Larguei do trabalho, passei aqui e vi que estava tendo o projeto. Deveria ser melhor divulgado para a população”.

Integração
O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, participou do primeiro dia do projeto. Ele destacou que a ação chega para se integrar a outras atividades implantadas na atual gestão, a exemplo do Olinda Mais Cidadania e Mais Saúde. “É algo inédito e permanente. Vamos atrair não apenas as pessoas que já frequentam a orla, mas também aqueles que não costumavam frequentar”. O gestor ressaltou ainda que os moradores poderão contar com outras alternativas de lazer no futuro.

Lupércio reconhece que a divulgação não foi tão grande nesse primeiro momento, mas considerou o movimento um sucesso. “A nossa expectativa é de que cerca de cinco mil pessoas tenham passado pelo projeto ao longo do dia. E temos planos para que seja uma ação que aconteça todos os domingos. Tudo vai depender, claro, da demanda, mas já podemos aumentar (a frequência) para duas vezes ao mês”. O gestor ainda destacou que a prefeitura pouco investiu na realização do projeto. “Quase tudo conseguimos através de parcerias”.

A ação contou com apoio das secretarias de Segurança Urbana, Serviços Públicos, Saúde, Meio Ambiente, Cultura/Turismo, Trânsito, Educação, Esportes e Juventude, Assistência Social e Direitos Humanos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.