Comparação Lei Seca reduz mortes por acidentes de trânsito em Pernambuco Segundo pesquisa, a frequência de motoristas que conduziam veículos motorizados após consumir bebidas alcoólicas no Recife diminuiu

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/06/2018 20:00 Atualizado em: 27/06/2018 19:30

Foto: Paulo Paiva/DP
Foto: Paulo Paiva/DP

Após a criação da Lei Seca, que completou dez anos, houve redução de 12% no número de mortes por acidentes de trânsito em Pernambuco. Na comparação de 2008 com 2017, o Ministério da Saúde verificou queda de 1.569 para 1.366 óbitos. 

A diminuição é mais representativa (33%) se comparado ao ano de 2012, quando a lei sofreu sua primeira alteração, tornando-se mais rígida com o aumento da multa para condutores flagrados dirigindo alcoolizados. 

No Brasil, a redução foi de 15% de 2008 a 2017. Quando comparado a 2012, o índice caiu em 28,2%. Outro levantamento do Ministério da Saúde, a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), constatou que, de 2011 para 2017, a frequência de motoristas que conduziam veículos motorizados após consumir bebidas alcoólicas no Recife diminuiu em 49%. 

No Brasil, a frequência desse hábito aumentou em 16%. O Vigitel é uma pesquisa realizada em todas as capitais do país, por telefone, com adultos maiores de 18 anos.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.