Acidente Incêndio destrói parte de um edifício na região central do Recife As chamas destruíram o primeiro andar de um prédio, localizado na Rua da Moeda, no bairro do Recife. No local funcionava uma empresa de call center. Não houve feridos

Publicado em: 23/06/2018 11:26 Atualizado em: 23/06/2018 11:47

Na manhã deste sábado (23) um incêndio tomou conta da parte de um edifício onde funcionava uma empresa de call center na Rua da Moeda, na parte central do Recife. O incidente teve início às 5h20, e logo o corpo de bombeiros foi acionado a fim de controlar as chamas. Não há registros de feridos, pórém o motivo do incêndio ainda não foi descoberto.
Incêndio começou por volta das 5h20 e foi controlado às 7h40. Foto: Alexandre Brito / DP (Incêndio começou por volta das 5h20 e foi controlado às 7h40. Foto: Alexandre Brito / DP)
Incêndio começou por volta das 5h20 e foi controlado às 7h40. Foto: Alexandre Brito / DP

O proprietário do call center que funcionava no local, Pietro Farias, conta que tudo aconteceu muito rápido e de forma inesperada. "Acordei como a ligação da empresa que faz a segurança do prédio dizendo que havia um possível início de incêndio.  Quando cheguei  no local, já era tarde. Os bombeiros foram acionados rapidamente, mas infelizmente boa parte do andar foi perdida. Tínhamos investido mais de R$ 600 mil. Temos um prejuízo incalculável", relata emocionado. 

O prédio é composto de dois pavimentos, sendo o primeiro andar e o térreo. A equipe dos bombeiros, escalada para ir até o local, contou com 15 militares distribuidos em quatro viaturas. Por fim, o incêndio foi totalmente controlado por volta das 7h40. Em nota, a corporação informou que "Depois disso foi contabilizada a destruição de materiais de escritório como computadores, cadeiras, birôs”. As chamas não chegaram a atingir os prédios vizinhos. A Defesa Civil do Recife, que também compareceu ao local,  interditou a Rua em que o prédio fica localizado. Uma nova visita da equipe do órgão retornará ao local na segunda-feira (25).  



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.