Advogados Advogados pernambucanos agora contam com tabela fixa em hotéis do estado A partir de iniciativa pioneira no Brasil, articulada pela CAAPE, diárias em hotéis custam R$ 99,90 para apartamento individual e R$ 129,00 para os duplos, com subsídio da Caixa

Por: Ketheryne Mariz

Por: Estúdio DP | Conteúdo Patrocinado

Publicado em: 08/06/2018 12:22 Atualizado em: 11/07/2018 17:35

Para usufruir do subsídio, a única condição é estar em dia com o pagamento da anuidade da OAB e apresentar a carteira da Ordem. Na foto, acomodações do Vela Branca Praia Hotel. Foto: CAAPE/Divulgação
Para usufruir do subsídio, a única condição é estar em dia com o pagamento da anuidade da OAB e apresentar a carteira da Ordem. Na foto, acomodações do Vela Branca Praia Hotel. Foto: CAAPE/Divulgação

Gastos com deslocamentos e hospedagens podem, às vezes, inviabilizar a atuação de advogados em determinadas regiões. Isto porque os custos podem ser muito altos, mesmo para quem já acumula anos de profissão. Pensando nisso, a Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE) lançou o programa Hospeda+CAAPE, que subsidia parte da diária de hospedagem em rede de hotéis, com tabela fixa, exclusivamente de segunda a sexta-feira. A parceria conta com hotéis do Recife, Região Metropolitana e interior do estado, com valores para apartamentos individuais estabelecidos em R$ 99,90 por diária, enquanto os duplos custam R$ 129,00.

A boa ideia surgiu a partir de um problema: para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Arcoverde, Wdson Pyerre, que advoga há nove anos, o principal obstáculo das viagens recorrentes para a capital pernambucana era a falta de suporte. “Lembro que fui em uma reunião da OAB, no Recife, o evento terminou por volta das 22h e tive que voltar para casa”, detalha.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Arcoverde, Wdson Pyerre, advoga há nove anos e enfrentava dificuldades nas viagens à capital do estado. Foto: CAAPE/Divulgação
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Arcoverde, Wdson Pyerre, advoga há nove anos e enfrentava dificuldades nas viagens à capital do estado. Foto: CAAPE/Divulgação
O município onde reside o advogado, Arcoverde, fica a 260 km do Recife, demandando cerca de três horas de viagem na estrada. Refletindo sobre a situação, Pyerre decidiu pedir ajuda e entregou a demanda para a CAAPE, que de pronto deu uma solução para o problema. “Comecei pensando em um programa que pudesse ajudar aos advogados que saíam do interior para a capital, um problema que vivenciava. Porém, a CAAPE ampliou o serviço e tornou mais viável a hospedagem em hotéis em quase todas as regiões do estado”, conta.

Um dos principais objetivos do Hospeda CAAPE, programa aprovado pela atual gestão da Ordem que tem à frente o presidente Ronnie Duarte, é o de dar suporte aos advogados do interior e aos jovens advogados. A extensão geográfica do estado faz com que quase todo advogado tenha que se deslocar para outras áreas, com destaque para os profissionais que atuam no interior e circulam por diversos municípios, tendo que viajar regularmente ao Recife para acompanhar processos.

O benefício ajuda quem está entre os principais polos e, ainda, os jovens advogados - aqueles que têm inscrição de até cinco anos na OAB, investindo no início de sua carreira – de forma pioneira. Nenhuma outra Caixa de Assistência dos Advogados do Brasil oferece o mesmo programa. 

Para o presidente da CAAPE, Bruno Baptista, o benefício dá maior assistência para os advogados exercerem a profissão. Foto: CAAPE/Divulgação
Para o presidente da CAAPE, Bruno Baptista, o benefício dá maior assistência para os advogados exercerem a profissão. Foto: CAAPE/Divulgação
“A partir de um problema individual conseguimos uma resolução. A intenção é de dar assistência aos advogados, um apoio para que eles exerçam bem a profissão”, destaca o presidente da CAAPE, Bruno Baptista. Segundo ele, anteriormente, utilizando apenas os convênios, havia um percentual de desconto sobre a tarifa de balcão. Agora, no entanto, os valores são fixos. Para o advogado Carlos Lavoisier Pimentel Albuquerque, o interessante na iniciativa é que, muitas vezes, os custos e deslocamento prejudiquem a prospecção: o cliente pode preferir contratar uma pessoa da localidade.  “Esse suporte facilitará o aumento da área de atuação. Além disso, reduz os custos operacionais. Ainda mais para um advogado que precise ficar mais de um dia no município”, afirma.

>> SAIBA MAIS 

>> O que é necessário para participar dos benefícios? 
O subsídio é válido para qualquer advogado que queira usufruir do programa. Não é necessário fazer inscrição nem mesmo cadastro. A única condição é estar em dia com o pagamento da anuidade da OAB e apresentar a carteira da Ordem. 

>> Quais hotéis já aderiram ao programa Hospeda CAAPE?
Hotel Vela Branca e Recife Praia Hotel, no Recife; o Hotel Dorisol, em Jaboatão dos Guararapes; o WA Hotel, em Caruaru; a Pousada Império da Serra, em Serra Talhada; o Plaza Hotel, em Salgueiro; e o JB Hotel, em Petrolina.

Nenhuma outra Caixa de Assistência dos Advogados do Brasil oferece o mesmo programa. Quartos têm preços fixos, o que facilita viagens a trabalho. Foto: CAAPE/Divulgação
Nenhuma outra Caixa de Assistência dos Advogados do Brasil oferece o mesmo programa. Quartos têm preços fixos, o que facilita viagens a trabalho. Foto: CAAPE/Divulgação



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.