ACIDENTE Mulher sofre queimadura com álcool e permanece no HR Ela foi vítima de acidente com álcool, na noite da última segunda-feira (4), quando tentava preparar o jantar, na residência de uma amiga, e teve 15% do corpo queimado

Por: Graça Prado

Publicado em: 05/06/2018 22:30 Atualizado em:


A dona de casa Alexandra Vandete da Silva, de 33 anos, residente em 
Camaragibe, continua internada na Unidade de Tratamento de Queimados 
(UTQ), do Hospital da Restauração. Ela foi vítima de acidente com álcool, 
na noite da última segunda-feira (4), quando tentava preparar o jantar, na 
residência de uma amiga, e teve 15% do corpo queimado. Seu estado de saúde 
é estável,  mas segundo informações da assessoria de comunicação do HR, 
não há previsão de alta.     

As chamas atingiram os braços, o tórax, o rosto e o pescoço de Alexandra, 
que estava na companhia de outra amiga, de nome Cleide Soares, de 23 anos. 
Esta sofreu queimaduras leves, nos braços e tórax, foi medicada  e, horas 
depois, liberada. O incêndio, de acordo com as vítimas, teve como causa a 
falta do gás de cozinha. Mesmo sabendo dos riscos que corriam, optaram por 
utilizar o álcool para cozinhar. Ao acender o fósforo, o fogo atingiu a 
garrafa que ainda continha restos do líquido e provocou o incêndio. 

Motoqueiro 

O jovem Jhonns Alberto da Silva, de 21 anos, continua internado em 
observação, na UPA da Imbiribeira. Ontem, por volta das 9h30 da manhã ele 
pilotava  sua motocicleta nas imediações da Rua Armindo Moura, na 
localidade Porta Larga, em Jaboatão dos Guararapes quando caiu do veículo 
e bateu com a cabeça no solo, permanecedo desacordado por algumas horas. 
Acionado, o Corpo de Bombeiros enviou três equipes de socorristas, sendo 
duas em motos de resgate e outra em uma viatura. Ao chegar ao local   
constataram que a vítima estava em parada cardiorespiratória. Ele foi 
reanimado e, em  seguida,  levado para a Unidade de Pronto Atendimento 
Maria Esther Souto Carvalho, na Avenida Mascarenhas de Moraes. 

Médicado, até o início da noite o rapaz continuava em observação de acordo 
com informações obtidas pela redação do Diario. Seu estado de saúde 
continuava estável, mas não havia previsão de alta.  Os socorristas 
integram a equipe do Grupamento de Bombeiros de Atendimento Pré-Hospitalar 
(GBAPH). 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.