Decisão Youtubers que tentaram entrar no Cotel agora vão responder na Justiça Trio tem dez dias para apresentar defesa. Depois, a Vara Criminal de Abreu e Lima deve marcar a primeira audiência de instrução, dando início ao processo

Publicado em: 05/06/2018 16:07 Atualizado em: 05/06/2018 16:13

Trio tem dez dias para apresentar defesa. Depois, a Vara Criminal de Abreu e Lima deve marcar a primeira audiência de instrução, dando início ao processo. Foto: Cortesia
Trio tem dez dias para apresentar defesa. Depois, a Vara Criminal de Abreu e Lima deve marcar a primeira audiência de instrução, dando início ao processo. Foto: Cortesia

Os três youtubers, que em abril deste ano tentaram entrar no Centro de Observação e Triagem em Abreu e Lima (Cotel), fantasiados como personagens da série La casa de papel, agora vão responder na Justiça. O juiz da Vara Criminal de Abreu e Lima Luiz Carlos Vieira de Figueiredo aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público de Pernambuco nesta terça-feira (5). Dessa forma, Gerson Farias de Albuquerque, Mateus Kleber Santos de Oliveira e Wasllay Meireles Lopes Costa vão responder por provocar alarme ou ato capaz de produzir pânico ou tumulto, desacatar funcionários públicos no exercício da função, atentar a segurança de serviço de utilidade pública e corrupção de menor de 18 anos. Agora, os acusados têm o prazo de dez dias para apresentarem a defesa. 

Em sua decisão, o magistrado proibe que os acusados entrem em qualquer unidade prisional do estado. "Ficam proibidos de se aproximar, a uma distância mínima de 200 metros, de qualquer unidade prisional do estado, bem como de adentrar nelas, salvo por determinação judicial, após a devida comprovação da necessidade de seu ingresso, sem prejuízo do cumprimento das demais medidas cautelares diversas da prisão, aplicadas aos acusados por ocasião da audiência de custódia", diz o juiz. 

O magistrado esclareceu ainda que o fato da denúncia ser recebida não significa que estejam condenados. "A denúncia foi aceita porque há indícios de que houve o crime", completou.  A Justiça ainda não marcou a data da audiência de instrução e julgamento, onde os três amigos serão ouvidos novamente junto com as testemunhas de defesa e acusação. 

No dia 17 de abril, os amigos Gerson, Mateus e Wesllay tentaram entrar no Cotel usando macacões vermelhos e mascaras do pintor Salvador Dalí, no momento em que os portões foram abertos para a saída de uma viatura. A vestimenta que eles usavam é uma réplica dos personagens da série exibida da série exibida pela Netflix. 

Os três homens terminaram sendo abordados pelos agentes penitenciários de plantão e levados para a delegacia de Paulista. O trio de youtubers passou por audiência de custódia e o juiz Thiago Fernandes, de Olinda, determinou o pagamento de fiança de R$ 5 mil para cada um deles. Segundo o juiz Luiz Carlos Figueiredo, no caso de uma eventual condenação, será elaborado o processo de cálculo da pena privativa de liberdade, que pode ser substituída por pena alternativa com a prestação de serviço. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.