Capotamento Hospital Dom Helder divulga estado de saúde de vítimas de acidente em Jaboatão A estudante de nutrição, que morreu no local, será sepultada nesta tarde de quinta-feira

Publicado em: 17/05/2018 11:44 Atualizado em: 17/05/2018 12:41

Transporte escolar levava 16 pessoas de volta para casa, quando capotou na pista. Foto: Osnaldo Moraes/DP
Transporte escolar levava 16 pessoas de volta para casa, quando capotou na pista. Foto: Osnaldo Moraes/DP

O Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, divulgou nesta manhã de quinta-feira um boletim com estado de saúde das vítimas do capotamento do micro-ônibus que transportava estudantes do Recife para o Cabo de Santo Agostinho, na noite desta quarta-feira. O caso mais grave é da estudante Laiena da Silva Santana, 19, que deve ser transferida para o Hospital da Restauração, no Recife.  Segundo os médicos, a paciente está consciente e respira sem a ajuda de aparelhos. 

Outra estudante também ferida no acidente foi Ana Cláudia Brito, 25, que fraturou o pé, quadril e o fêmur. Segundo a assessoria do hospital, ela passou por cirurgia, está consciente e orientada.Mas não tem previsão de alta. Os outros feridos, Guilherme Ferreira Gomes, paulo Augusto Silva Oliveira e Michele Pereira Arcanjo já foram vistos pelos médicos. Eles estão concientes e com estado de saúde estável. Segundo o boletim do Dom Helder, aguadam para fazer novos exames e serão reavaliados pela equipe. 

O capotamento ocorreu nas proximidades da fábrica da Vitarella, em Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, por volta das 22h30 desta quarta-feira. A estudante de nutrição Juliana Maria da Silva, 19 anos, morreu no local. Ela deverá ser sepultada nesta tarde, no Cabo de Santo Agostinho. 

A Delegacia do Cabo de Santo Agostinho está investigando o acidente. Nesta manhã de quinta-feira, o motorista do micro-ônibus prestou depoimento. Ele declarou á Polícia que o ônibus era particular e que ele era habilitado para dirigir o veículo. Segundo a Polícia, a situação do ônibus estava regularizada.  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.