Crime ambiental Cipoma apreende 1,3 mil aves traficadas do interior da Bahia OS animais estavam sendo transportados por dois homens que foram presos em flagrante em São Caetano, no Agreste

Publicado em: 13/05/2018 09:32 Atualizado em: 13/05/2018 09:36

Cipoma/Divulgação
Cipoma/Divulgação

Dois homens, suspeitos de maus tratos e tráfico de animais em São Caetano, no Agreste, foram presos pela Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma). De acordo com a Cipoma, a prisão na manhã deste sábado, na rodovia BR-423. Os suspeitos transportavam ilegalmente 1, 3 mil aves, que estavam mal acomodadas e em veículos inadequados. 

Alguns dos animais estavam bastante machucados. Segundo os policiais da Cipoma, as aves foram trazidas do interior do estado da Bahia e seriam comercializados em feiras livres no interior de Pernambuco.

Depois de apreendidos, os animais foram levados para o Centro de Triagem, no  Recife. Segundo, a Cipoma, inicialmente, as aves passarão por um perído de recuperação, para depois serem reintroduzidos à natureza. Os dois suspeitos de traficar os animais foram autuados por crime federal e ainda terão que pagar uma multa que pode ser de R$ 500, por cada ave, segundo a companhia de policiamento ambiental. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.