• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Jataúba Polícia vai investigar motorista envolvido em acidente que deixou quatro mortos A suspeita é de que o condutor que está desaparecido desde sábado estivesse embrigado

Publicado em: 16/04/2018 09:12 Atualizado em:

A Polícia está atrás do motorista que dirigia o Toyota SW4, placa NES 6215, e se envolveu em um acidente no último sábado, que deixou quatro mortos, em Jataúba, no Agreste. O condutor do veículo, identificado como Luiz Carlos, conhecido como Lulinha, seria companheiro de uma das vítimas, Marlene Maria dos Santos, 49, que morreu afagada dentro do veículo que foi arrastado pela corretenza de um riacho no Sítio Umburanas, na Zona Rural do município pernambucano. Também morreram dentro do carro, Ana Clara Silva, de sete meses, os pais dela, Anderson Antônio dos Santos, 23, e Clévia Maria da Silva 19. Marlene era mãe de Clévia.  
De acordo com os bombeiros, o acidente ocorreu depois que o motorista do veículo tentou atravessar um riacho, que estava cheio devido às chuvas que foram registradas na região. Ao tentar passar pelo local, o carro foi levado pela correnteza. Desde o acidente, o motorista está desaparecido. Os corpos foram retirados do riacho por volta das 22h do sábado, por mergulhadores do 2º Grupamento de Bombeiros de Caruaru, do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.

A Polícia agora vai abrir inquérito para investigar se o condutor do Toyota estava embriagado. Segundo o plantão da Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, onde as vítimas moravam, somente após o interrogatório do motorista, a situação poderá ser esclarecida. O homem que é conhecido como Lulinha conseguiu quebrar o vidro traseiro do veículo e sair. As vítimas estão sendo veladas nesta segunda-feira até as 16h, no Clube Ipiranga, em Santa Cruz do Capibaribe. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.