• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Violência Três bandidos morrem após troca de tiros com policiais em Caruaru Ação aconteceu na zona rural de Caruaru. Trio era conhecido por realizar assaltos na região de Toritama.

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/04/2018 12:05 Atualizado em: 15/04/2018 17:43

Moto encontrada no local do crime tinha restrição de roubo. Foto: Divulgação/PMPE (Foto: Divulgação/PMPE)
Moto encontrada no local do crime tinha restrição de roubo. Foto: Divulgação/PMPE
Três homens morreram após troca de tiros com a polícia na zona rural de Caruaru neste sábado (14). O trio era conhecido por realizar diversos assaltos e tráfico de drogas na região. Um deles, inclusive, era foragido do presídio de Canhotinho. Segundo informações da Polícia Militar, policiais do BEPI receberam denúncia de que os indivíduos estavam em uma casa na vila Canaã, zona rural de Caruaru, e seguiram até o local.

Ao chegar até a casa, os policiais foram recebidos por Angélica Alves da Silva, que logo saiu correndo pela porta da frente, e os homens iniciaram o tiroteio.  Os indivíduos baleados foram encaminhados ao hospital de Toritama, onde foi constatado o óbito dos mesmos. O trio foi identificado pelos nomes de José Manoel da Silva, 25 anos, Edjalma Manoel da Silva, 42 anos, e Leon Souza Tenório, sem documentos que o identificasse.

Na residência, foram encontrados 140 gramas de uma substância esverdeada, aparentemente maconha prensada, material para embalagem dos entorpecentes, uma moto com restrição de roubo, dois revólveres calibre 38 com cinco munições deflagradas, duas munições pinadas e quatro munições intactas, uma espingarda calibre 12 de fabricação caseira, juntamente com um cartucho pinado e dois aparelhos celulares.

A mulher foi identificada como Angélica Alves da Silva, de 25 anos, e foi encaminhada, junto com o material apreendido, para a delegacia de Caruaru, juntamente com o material apreendido. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.