• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Nesta quarta Olinda ganha trecho novo de ciclofaixa São 2,9 quilômetros de extensão, onde o ciclista deve levar meia hora para chegar de Olinda até o Marco Zero.

Publicado em: 04/04/2018 07:25 Atualizado em: 04/04/2018 16:26

Somente nos primeiros sete dias do período de testes, cerca de 4.800 ciclistas usaram o trecho correspondente ao segundo trecho do Eixo Cicloviário Camilo Simões. Foto: Alice Mafra/divulgação PMO
Somente nos primeiros sete dias do período de testes, cerca de 4.800 ciclistas usaram o trecho correspondente ao segundo trecho do Eixo Cicloviário Camilo Simões. Foto: Alice Mafra/divulgação PMO

O segundo trecho do Eixo Cicloviário Camilo Simões foi inaugurado nesta mahã. Com 2,9 quilômetros de ciclovia, o caminho entre a Fábrica da Tacaruna e o bairro do Varadouro vai facilitar a vida de quem deseja trocar o carro pu transporte público pela magrela. Além da nova ciclofaixa, também foram entregues nesta quarta-feira mais estações do sistema compartilhado de bicicletas públicas Bike PE em Olinda. Com a inauguração oficial, os olindenses passam a contar com sete estações, ao invés das cinco iniciais implementadas no município. Os dois novos pontos de retirada e devolução de bicicletas foram instalados na orla e um dos pontos que ficava nas proximidades dos Correios foi relocado para a Praça do Carmo.

O aumento no número de estações reflete em mais bikes compartilhadas, passando de 50 para 70. Essa ampliação beneficia os ciclistas olindenses que fazem a cidade ser campeã em retiradas de bicicletas usando o VEM e a segunda colocada em devoluções. Os dados foram repassados pela Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda e leva em conta as cidades do Grande Recife que contam com o sistema do Bike PE.

As novas estações são mais robustas e tecnológicas. As bicicletas também foram reformuladas, estão mais resistentes, oferecendo mais conforto e segurança ao ciclista. O projeto é desenvolvido pelo banco Itaú e a Tembici., em parceria com o Governo do Estado. Em Pernambuco, o Bike PE conta com 80 estações e 800 bikes disponíveis para serem usadas através do cartão VEM, do cartão Bike PE ou do app Bike Itaú.

O coordenador de Comunicação da Associação Metropolitana de Ciclistas do Grande Recife (Ameciclo), Roderick Jordão, esteve presente na inauguração. “É mais uma opção para quem sai de Olinda com destino ao Recife e vice-versa. A gente estima que com essa nova ciclovia, o cliclista gaste cerca de 30 minutos do Varadouro ao Marco Zero. Esse tempo é muito menor do que de carro ou ônibus nos períodos de pico no trânsito”, ressaltou Roderick que percorreu o trecho cicloviário e aprovou a mobilidade e segurança do caminho.

De acordo com dados da Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda, somente nos primeiros sete dias do período de testes (entre terça-feira, 27.03, e segunda-feira, 02.04) cerca de 4.800 ciclistas usaram o trecho correspondente ao segundo trecho do Eixo Cicloviário Camilo Simões. Os números foram colhidos através de dois contadores instalados em pontos distintos da ciclovia.

Presente na entrega do novo equipamento, o prefeito Professor Lupércio celebrou a nova ciclovia de Olinda e disse que espera que a população desfrute desse modal. “Para nós é importante oferecer uma estrutura que garante a segurança para os ciclistas e permite que cada vez mais pessoas possam se sentir a vontade para usar a ciclovia na nossa cidade”, resumiu.

Já o secretário Felipe Carreras exaltou o trabalho conjunto com a prefeitura para garantir que Olinda seja beneficiada com diversas ações do Estado, como a reforma do Mercado Eufrásio, mais quilômetros de ciclovias, academias da cidade. “Ficamos felizes em inaugurar obras como esse novo trecho do Eixo Cicloviário, que transformam as cidades em lugares mais sustentáveis e que trazem mais qualidade de vida para população”, comentou Felipe Carreras.

O primeiro trecho do Eixo Cicloviário foi inaugurado em abril de 2017, com 5,1 km de extensão, ligando o Marco Zero, no Bairro do Recife, à Fábrica Tacaruna. Somados os dois trechos criam uma importante conexão entre Olinda e Recife. O projeto completo ainda compreende outros três trechos. São eles: do Varadouro até a ciclovia da PE-15; da ciclovia da PE-15 até a BR-101, no limite entre Paulista e Abreu e Lima; e da BR-101 até Igarassu. Quando pronto, o Eixo Cicloviário deverá contar com 33,8 km de extensão e beneficiar os municípios do Recife, Olinda, Paulista, Abreu e Lima e Igarassu.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.