• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Prevenção PF inicia ciclo de palestras sobre drogas e como se proteger de cibercrimes Na mesma semana, duas mulheres comercializaram seus smartphones num site de vendas e receberam notas falsas como pagamento

Publicado em: 19/03/2018 09:12 Atualizado em: 19/03/2018 09:59

Duas mulheres comercializaram seus smartphones num site de vendas e receberam notas falsas como pagamento. Foto: PF/ Divulgação
Duas mulheres comercializaram seus smartphones num site de vendas e receberam notas falsas como pagamento. Foto: PF/ Divulgação

A Polícia Federal, inicia a partir desta semana seus ciclos de palestras sobre os seguintes temas: “Cibercrimes Saiba Como de Proteger” “Drogas: Precisamos Conversar” e “Conhecendo a Polícia Federal em diversas instituições de ensino da rede pública e particular, igrejas, clubes, empresas e associações, visando orientar pais e filhos e demais interessados em como se proteger de ataques de pedófilos e outros crimes utilizando a rede mundial de computadores bem, como dos malefícios causados pelo abuso de drogas. Tais atividades são desenvolvidas ao longo de todo o ano pela Polícia Federal em Pernambuco e quem quiser solicitar tais palestras (empresas, escolas, órgãos públicos, igrejas) sobre uso da internet segura devem fazer contato através do fone (81) 2137.4076 no horário compreendido das 8h às 12h e fazer sua solicitação. As palestras são gratuitas.  O ano passado mais de cem escolas receberam a visita da Polícia Federal onde mais de
dez mil alunos foram instruídos a respeito do perigo do mundo virtual. 

Somente na semana passada duas pessoas sendo uma universitária de 21 anos, residente em Boa Viagem e uma outra auxiliar de enfermagem de 25 anos, residente no Iburaprocuraram a Polícia Federal nos dias 13/03 e 15/03 de 2018, dizendo-se vítimas de falsários que utilizando do site de compra e venda da OLX efetuaram a compra de seus aparelhos celulares por R$ 2.600 e R$ 2.700 respectivamente utilizando-se para isso notas falsas! As vítimas em seus depoimentos informaram que após colocar à venda seus aparelhos celulares receberam a ligação dos compradores dizendo-se interessados em adquirir os aparelhos e marcaram um encontro um na empresa e o outro no endereço residencial das vendedoras e lá pagaram os produtos utilizando notas de R$ 100 reais falsos. Baseado no depoimento as vítimas a Polícia Federal já iniciou investigação para identificação e responsabilização dos suspeitos que aplicaram tais golpes. A pena para quem repassa nota falsa varia de 3 a 12 anos de reclusão! 

Confira as dicas de segurança da Polícia Federal para quem vende com ajuda de sites:

01 - Opte por pagamento de suas vendas através de transferência bancária;
02-Evite contatos pessoais em lugares previamente marcados com o comprador de seu anúncio; E só vá a encontros na companhia de outra pessoa. Nunca se pode ter certeza com que está lidando por isso é bom evitar riscos tais como assaltos, sequestros!
04-Desconfie de compradores que não negociam descontos no valor do produto anunciado;
05-Opte por fazer suas vendas e compras em sites que tenham capacidade de avaliar o comprador e o vendedor.
06-Tenha conhecimento de como identificar quando as notas são falsas, principalmente quando vender produtos de alto valor;


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.