• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Carnaval Delegacia registra queda de casos de violência contra a mulher em Olinda

Publicado em: 13/02/2018 17:46 Atualizado em:

Um dos assuntos mais falados no Carnaval 2018 é o combate ao assédio contra a mulher. Olinda tem seu ponto para elas denunciarem qualquer tipo de violência doméstica ou sexual durante os dias de folia. A Delegacia da Mulher provisória está instalada na Escola Sigismundo Gonçalves, na Avenida de mesmo nome, 514, Carmo. O órgão, que funciona 24h, registrou queda nos casos, segundo a Prefeitura de Olinda, neste ano.

Para os atendimentos específicos à mulher, a equipe conta com uma delegada especializada, um escrivão e três agentes à disposição para as ocorrências. O local ficará à disposição até a próxima quarta-feira (14).

“Felizmente estamos com poucas ocorrências neste sentido. Chegando por aqui uma mulher vítima de violência doméstica, de um namorado ou alguém que ela esteja se relacionando neste período carnavalesco, teremos um atendimento especializado. Se ela sofrer violência sexual durante a folia, ela vem aqui e será atendida por uma equipe de atendimento à mulher”, destacou a delegada Julieta Japiassu, do Departamento de Polícia da Mulher.

No local será prestado o primeiro atendimento e o encaminhamento para a delegacia, caso necessário. O grupo também está mobilizado para atender denúncias e esclarecimentos, através do número (81) 99204-8696. A ação conta com o apoio da Secretaria Executiva da Mulher e Direitos Humanos de Olinda, com suporte do Centro de Defesa e Promoção de Direitos do Cidadão.

Outros pontos

O Centro Especializado de Atendimento à Mulher Márcia Dangremon (até 22h) e o Posto Rua do Sol da Secretaria de Assuntos Jurídicos (até 17h) também realizam atendimentos e recebem denúncias.

Fonte: Prefeitura de Olinda



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.