• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
CARNAVAL 2018 Prefeitura vai distribuir 800 mil preservativos no carnaval Polos do Arsenal e do Ibura vão receber a ação

Publicado em: 02/02/2018 19:56 Atualizado em: 02/02/2018 20:12

A forma mais eficaz de prevenção a infecções sexualmente transmissíveis é através do uso de preservativos. Foto: Shilton Araújo/Esp. DP (A forma mais eficaz de prevenção a infecções sexualmente transmissíveis é através do uso de preservativos. Foto: Shilton Araújo/Esp. DP)
A forma mais eficaz de prevenção a infecções sexualmente transmissíveis é através do uso de preservativos. Foto: Shilton Araújo/Esp. DP


Durante o carnaval, a Secretaria de Saúde do Recife vai oferecer testes rápidos para HIV e sífilis nos polos Arsenal, no Recife Antigo, e Ibura, na Zona Sul. Os atendimentos, que são gratuitos, serão feitos das 18h à 0h. A estimativa é testar 100 foliões por noite em cada polo. Também será feita a conscientização do folião através do incentivo ao uso de preservativos. Serão distribuídos 800 mil preservativos masculinos, 15 mil preservativos femininos e 15 mil unidades de gel lubrificante.

CARNAVAL 2018: Quem tem medo de HIV?

O polo Arsenal funcionará da sexta (9) até a terça (13). Por sua vez, o polo Ibura vai funcionar do domingo (10) até a Quarta-feira de Cinzas (14). 

Os resultados serão emitidos em 30 minutos e entregues aos usuários, individualmente, mediante aconselhamento por profissional capacitado. A ação vai mobilizar 26 profissionais por noite, em parceria com os agentes redutores de danos para a Prevenção ao Álcool e outras Drogas. 

SAIBA MAIS SOBRE O HIV
HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter Aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.