• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
VIOLÊNCIA Condomínios e lojas instalam botões de emergência para contato direto com a Guarda Municipal em Camaragibe Medida faz parte do projeto Camaragibe Segura e é fruto de uma parceria entre a prefeitura e uma empresa de tecnologia privada

Por: Adaíra Sene

Publicado em: 12/01/2018 19:35 Atualizado em: 12/01/2018 19:48

Pequeno, dispositivo pode ser escondido onde o contratante achar mais conveniente. Foto: M2D2/Divulgação (Pequeno, dispositivo pode ser escondido onde o contratante achar mais conveniente. Foto: M2D2/Divulgação)
Pequeno, dispositivo pode ser escondido onde o contratante achar mais conveniente. Foto: M2D2/Divulgação
Botões de emergência estão sendo instalados em lojas e condomínios de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, para tentar reverter o alto índice de violência no município. Através de uma parceria entre uma empresa de tecnologia privada e a prefeitura, comerciantes e moradores pagam mensalidade para ter um canal direto com a Guarda Municipal. A ação faz parte do projeto Camaragibe Segura, que ainda intensifica as políticas públicas de prevenção e repressão com a instalação de 80 câmeras de videomonitoramento nos bairros da cidade e  com o rastreamento, via georreferenciamento, das viaturas da corporação. 

Os comerciantes que investem na equipamento pagam uma taxa de R$ 65 por mês para ter acesso ao botão. Ao acioná-lo, em casos de assalto ou situações de violência e dano ao patrimônio, o dispositivo emite um alerta para o Comando de Operações da Guarda Municipal. Através de um sistema de segurança, o mecanismo aciona a viatura que está mais próxima do chamado e traça a melhor rota para que os agentes cheguem ao local no menor tempo possível. Através do wi-fi da loja, os guardas também têm acesso às câmeras de segurança do estabelecimento e já fazem a identificação dos suspeitos no instante da ocorrência. 

"Estamos vivendo a era das cidades inteligentes e é exatamente isso que estamos trazendo para Camaragibe. Tudo é feito através da internet. Imediatamente, é possível notificar a ocorrência no sistema da Guarda Municipal e, em questão de segundos, todos já sabem o que acontece", explicou Sacha Dehe, o diretor técnico da M2D2 Intelligence, empresa responsável pelo botão de emergência. 

O mecanismo já foi testado e, segundo a M2D2, em menos de cinco minutos os agentes de segurança chegaram ao estabelecimento alvo. O número de lojas e condomínios que estão utilizando o sistema não foi divulgado, mas há usuários no centro e também nas áreas periféricas. O contratante pode esconder o dispositivo onde achar mais conveniente no imóvel.

Junto ao sistema de segurança nas ruas via câmeras e ao botão de pânico, os porteiros dos prédios também recebem um rádio de contato direto com a GM. "Esse é o esquema de segurança do futuro. Assim, temos um tempo de resposta mais rápido das autoridades", continuou Sacha Dehe. Segundo o diretor, o equipamento pode ser usado, ainda, em bancos e até em ônibus com o mesmo acesso às câmeras internas via internet. "Agora, tudo é conectado e rastreado", continuou.

Central de operações monitora chamados e desloca viaturas mais próximas. Foto: Prefeitura de Camaragibe/Divulgação (Central de operações monitora chamados e desloca viaturas mais próximas. Foto: Prefeitura de Camaragibe/Divulgação)
Central de operações monitora chamados e desloca viaturas mais próximas. Foto: Prefeitura de Camaragibe/Divulgação


Além do botão de pânico, foram instaladas 80 câmeras de videomonitoramento nos bairros e todas as viaturas da Guarda Municipal estão sendo rastreadas através do Sistema de Monitoramento e Alerta, que é controlado pelo Comando da GM. De acordo com a Prefeitura de Camaragibe, o objetivo das ações é buscar soluções para os problemas de desordem e insegurança pública no município. 

NÚCLEOS DE SEGURANÇA
No último mês, um Núcleo Integrado de Segurança Comunitária (NISC) foi inaugurado no km 5, em Aldeia. Outro espaço similar já existe no bairro de Tabatinga. As áreas dos NISCs serão equipadas com uma sala de videomonitoramento, dois guardas municipais em esquema de plantão 24 horas, de domingo a domingo, e viaturas à disposição.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.