• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Crime Polícia descobre boca de fumo e prende dois homens em área nobre do Recife Ponto de venda de drogas funcionava em apartamento na Rua do Futuro, no bairro das Graças, onde foram encontrados mais de 20 quilos de maconha

Publicado em: 11/01/2018 12:20 Atualizado em: 11/01/2018 14:18

Polícia apreende mais de 20 quilos de maconha em apartamento na Rua do Futuro. Foto: Paulo Paiva/DP
Polícia apreende mais de 20 quilos de maconha em apartamento na Rua do Futuro. Foto: Paulo Paiva/DP

Através de uma denúncia, a Polícia Militar descobriu uma boca de fumo no bairro das Graças, área nobre da Zona Norte do Recife. Dois suspeitos foram presos na manhã desta quinta-feira (11), em um condomínio localizado na Rua do Futuro. No apartamento, foram encontrados mais de 20 quilos de maconha.

De acordo com informações preliminares, um dos presos é um homem formado em Ciências da Computação. Os suspeitos foram identificados como Igor Estevão de Oliveira, 21 anos, e Guilherme Trindade, 26 anos. Os vizinhos, incomodados com entra e sai de pessoas estranhas e com o cheiro do entorpecente, chamaram a polícia. A ocorrência foi realizada por Policiais Militares do 13º Batalhão do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati). 

Segundo a polícia, o apartamento teria sido alugado há dois meses. Ao entrar no imóvel, a polícia encontrou parte da droga fracionada em sacos transparentes, o que caracteriza o tráfico de drogas. Uma balança de precisão também foi apreendida. Os suspeitos foram levados para a Central de Plantões da Capital (CEPLANC), em Campo Grande, onde foram autuados em flagrante.

Os suspeitos foram levados para a Central de Plantões da Capital (CEPLANC), em Campo Grande, onde foram autuados em flagrante. Foto: PMPE/Divulgação
Os suspeitos foram levados para a Central de Plantões da Capital (CEPLANC), em Campo Grande, onde foram autuados em flagrante. Foto: PMPE/Divulgação


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.