• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Educação Saiba quem são os melhores colocados no Vestibular 2018.1 da Unicap ''Quando eu achava que tinha dado 101%, me lembravam que eu podia me dedicar um pouco mais", comenta o estudante aprovado em medicina

Por: Manuela Cavalcanti - Diario de Pernambuco

Publicado em: 22/12/2017 14:17 Atualizado em: 22/12/2017 15:16

Os três concorriam para a vaga de medicina. Foto: Julio Jacobina/DP (Foto: Julio Jacobina/DP)
Os três concorriam para a vaga de medicina. Foto: Julio Jacobina/DP


"Eu acredito que todo mundo já teve momentos de muito cansaço ou mesmo de exaustão, mas o segredo é nunca desistir". Esta é a forma mais simples de encarar a realidade do terceiro ano de ensino médio para o estudante João Victor Cinicio Cavalcanti, 17 anos, aprovado em primeiro lugar geral no Vestibular 2018.1 da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). A edição contou com 4.050 inscritos, dos quais 3.130 disputaram as vagas em 32 cursos de graduação. Liderando as aprovações, João Victor, aluno do Colégio Santa Maria, obteve nota 85,4, seguido por Debora de Moura Muniz, 17 anos, aluna do GGE, aprovada com 84,5; e Luciano Sampaio Guimarães, com 84,4, que se preparou no Colégio Boa Viagem. Os três concorriam para a vaga de medicina. 

Foco, dedicação e muito apoio dos parentes, da escola e dos amigos. A rotina de estudos durante todo o ano foi fundamental para João Victor, que dedicou boa parte da conquista para os pais. "O cansaço é sempre presente, mas mesmo diante de tudo isto, quando eu achava que tinha dado 101% da minha dedicação, meus pais me lembravam que eu podia seguir mais um pouco", conta. O aluno teve seu melhor desempenho na matéria de exatas, obtendo 10 na prova de matemática. Débora Muniz também destaca força de vontade em toda o seu ano de estudo. Todos os dias era um obstáculo a vencer, já que rodava 56,7 quilômetros de estrada entre Carpina e Recife para assistir as aulas. "Eu estudava das 15h às 22h, era cansativo, mas é possível vencer se você tiver em mente que pode", afirma.
João Victor Cavalcanti, 17 anos, foi aprovado no primeiro lugar geral, com maior nota em matemática. Foto: Julio Jacobina/DP (Foto: Julio Jacobina/DP)
João Victor Cavalcanti, 17 anos, foi aprovado no primeiro lugar geral, com maior nota em matemática. Foto: Julio Jacobina/DP


A realidade não foi diferente para Luciano Sampaio, aprovado em terceiro lugar geral com maior desempenho na redação, nota 10. Durante o discurso, lembra que toda conquista foi um resultado de anos de trabalho. "A preparação do último ano veio para consolidar conhecimentos, mas os estudos foram sendo desenvolvidos desde o primeiro ano do Ensino Médio", comenta. Esta já foi a 4ª aprovação de Luciano em um vestibular, contado o SSA 1, SSA2 e aprovação no vestibular da Unicap do meio do ano. Segundo ele, as diversas provas foram um "treino" para a grande aprovação. "Eu sei que medicina é difícil. Se eu puder dar uma dica, diria para nunca desistir. As pessoas têm de ter em mente que não é ‘se’ eu passar, é ‘quando’ eu passar. Um hora chega", incentiva.

O listão dos aprovados no vestibular foi divulgado na tarde de ontem, revelando a maior concorrência para o curso de medicina da Unicap, com 40 candidatos por vaga. O calendário de matrícula já está disponível no site e no Manual do Candidato. Os aprovados deverão efetuá-la nos dias 4, 5 ou 8 de janeiro. Os retardatários terão uma nova oportunidade no dia 9 de janeiro. 

De acordo com a Comissão de Aplicação do Vestibular (Coave), no primeiro dia, 128 candidatos não compareceram, o equivalente a 6,2% dos mais de dois mil inscritos nos cursos de humanas e exatas - abstenção considerada baixa pela comissão. Ainda segundo dados da Coave, 22 vestibulandos fizeram as provas em regime especial. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.