• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
SERES Mais de dois mil reeducandos fizeram cursos de capacitação este ano Ação foi possível através de parcerias da Seres com o Sistema S

Publicado em: 07/12/2017 16:14 Atualizado em:

As instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. Foto: Seres/DivulgaçãoAs instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. Foto: Seres/Divulgação (As instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. Foto: Seres/Divulgação)
As instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. Foto: Seres/DivulgaçãoAs instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. Foto: Seres/Divulgação
Mais 20 presos do Presídio Marcelo Francisco de Araújo (Pamfa), no Complexo do Curado, iniciaram o curso de formação de garçom, nesta quarta-feira. A atividade é oferecida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), juntamente à Gerência de  Educação e Qualificação Profissionalizante da Secretaria Executiva de Ressocialização. Somente este ano, foram capacitados 2.221 detentos através da parceria com o Sistema S: Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Senai (Serviço de Nacional de Aprendizagem Industrial) e Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), além da empresa Teleport e do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco(Ceasa).

As instituições promoveram 100 cursos em diversas áreas, como modelagem, sistema de iluminação, design de sobrancelhas, jardinagem e preparação de doces e salgados. A capacitação de garçom tem 30 horas e será ministrada em 15 dias. A ideia é preparar os alunos para saírem do ambiente carcerário prontos para atuar no recebimento e acomodação do cliente, formas adequadas de servir, entre outros conhecimentos.

Além deles, 12 reeducandas da Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima participaram, de 4 a 6 de dezembro, do curso de jardinagem, promovido pelo Senar. A experiência poderá servir como porta de entrada para o mercado de trabalho.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.