• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
ALEITAMENTO MATERNO Estudantes entregam potes de vidro arrecadados durante gincana para maternidade Os alunos têm, em média, 10 anos de idade e cursam o 5º ano de escolas da rede municipal do Recife

Publicado em: 13/11/2017 22:29 Atualizado em:

Estudantes de seis escolas municipais do Recife vão entregar, nesta terça-feira, potes de vidro na Maternidade Bandeira Filho, em Afogados. Os recipientes foram arrecadados durante uma gincana promovida pelo Programa Saúde na Escola dentro das atividades do Agosto Dourado, mês de promoção ao aleitamento materno. Os alunos têm, em média, 10 anos de idade e cursam o 5º ano. Durante a doação dos frascos, eles farão uma apresentação de cordel sobre amamentação e promoção do aleitamento materno, produzido pela turma. Os alunos também conhecerão as instalações do Banco de Leite Humano (BLH) da maternidade, possibilitando a integração dos conhecimentos abordados na escola com a vivência prática do serviço.

Em cada Distrito Sanitário, uma escola foi considerada vencedora, levando em consideração a quantidade de atividades relacionadas ao tema e o número de potes arrecadados. Venceram a gincana as seguintes escolas: Nossa Senhora do Pilar (DS I), Nova Aurora (DS II), Diná de Oliveira (DS IV), Vila São Miguel (DS V), Córrego da Bica (DS VII) e Ibura de Baixo (DS VIII).

Banco de Leite Humano – As  quatro maternidades municipais fazem coleta de Leite Humano, mas só a Maternidade Bandeira Filho tem banco de leite. A unidade recebeu certificação Ouro concedida pela Rede Global de Bancos de Leite Humano. Quem quiser doar leite humano à Maternidade Bandeira Filho, deve entrar em contato pelo número 3355-2235 para receber orientações.

Qualquer pessoa pode doar as embalagens, que precisam ser de vidro e possuir tampa rosqueável de plástico. Esse requisito se deve à resistência do tipo de recipiente aos processos de esterilização, necessários para armazenar o leite humano.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.