• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Segurança Polícia Civil passa a contar com novas delegacias móveis para reforçar investigações Unidades foram apresentadas nesta terça-feira e serão utilizadas em todas as regiões do estado. Crimes de homicídios serão prioridade

Publicado em: 12/09/2017 14:24 Atualizado em: 12/09/2017 16:38

Polícia Civil passa a contar com novas delegacias móveis para reforçar investigações. Foto: Wagner Oliveira/ DP
Polícia Civil passa a contar com novas delegacias móveis para reforçar investigações. Foto: Wagner Oliveira/ DP

Quatro delegacias móveis, três micro-ônibus e uma lancha passarão a ser utilizados pela Polícia Civil de Pernambuco como reforço nas investigações. A apresentação das  unidades aconteceu na manhã desta terça-feira. De acordo com o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, os veículos estavam sem utilização e precisaram ser reformados para atender às demandas das operações realizadas pela polícia. Foram gastos R$ 108 mil na recuperação das unidades. Os crimes de homicídios serão o principal foco dos policiais que atuarão nas delegacias móveis. No entanto, os equipamentos também poderão ser utilizados em grandes eventos.

Segundo Pádua, todas as regiões do estado serão atendidas pelas novas unidades. “Esses ônibus estavam parados e foram reformados e reestruturados para atender  a nossa demanda de operações itinerantes ao longo do estado. Eles vão funcionar em todas as regiões, principalmente em demandas que teremos a partir de agora, como as operações Verão e Força no foco, que precisam de uma estrutura móvel, fácil de ser transportada para auxiliar nas investigações. Teremos também uma lancha e até o final do ano teremos dois helicópeteros que estarão em operação também”, declarou o secretário.

Já o chefe da Polícia Civil, delegado Joselito Amaral, destacou o emprego das delegacias móveis e dos micro-ônibus na realização da Operação Força no foco. “A Polícia Civil ganha musculatura no combate aos crimes com essas novas unidades. Temos quatro diretorias, cada uma delas receberá duas delegacias móveis contando com quatro a cinco cartórios onde serão instruídos os inquéritos, sobretudo os de homicídios. Uma embarcação também está sendo disponibilizada para cumprimento de mandados de prisão. Na Operação Força no foco, onde o policiamento na cidade é reforçado por 48 horas ou três dias para reprimir a criminalidade, as delegacias móveis ajudurão muito. Até agora, 60 municípios já foram atendidos em todo o estado”, pontou Joselito.

Números
Questionado pela reportagem sobre os números da criminalidade em Pernambuco no mês de agosto, o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, adiantou que os registros de agosto são menores que os do mês de julho. "Os números referente a agosto tiveram no Recife e na Região Metropolitana o seu melhor momento. Em Pernambuco, conseguimos um número bastante satisfatório em relação ao mês anterior, mas só divulgaremos os números no próximo dia 15", declarou Pádua.

Com informações do repórter Wagner Oliveira



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.