• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
CUIDADOS COM O BEBÊ Profissionais do Hospital das Clínicas fazem capacitação sobre prematuros Treinamento aconteceu nessa segunda e terça

Publicado em: 06/09/2017 21:57 Atualizado em:

Os profissionais do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, participaram do curso "Prematuro: uma questão de pele", nessa segunda e terça-feira. A ação foi promovida pelo Núcleo de Educação Permanente (Nepe) em parceria com a ONG Prematuridade.com, organização não governamental gaúcha, que promove cursos de formação em saúde, presenciais e a distância desde 2016. A atividade aconteceu no 3º andar da unidade, no antigo curso médico, e foi ministrada pela enfermeira Sanah Issa Pohlman , especialista em Neonatologia e mestranda da Unisinos.

A ideia foi promover uma capacitação maior para o cuidado com crianças recém-nascidas durante suas internações nos hospitais, já que o índice de internações de bebês prematuros tem aumentado e que boa parte destas ocorre devido a lesões cutâneas, de acordo com informações da coordenadora da ONG Prematuridade.com, Aline Hennemann. “Quando um bebê prematuro fica internado, a família inteira fica junto. Para reduzir este sofrimento, tanto da família quanto da criança, esta formação é necessária para que estas lesões de pele possam ser evitadas, reduzindo assim o tempo de internamento do pueril”, completou.

A médica Lindacir Sampaio, coordenadora da Unidade Neonatal do HC, destaca que o curso, além de trazer uma capacitação técnica, agrega também um caráter humanizador ao tratamento de bebês prematuros presentes na rotina hospitalar. “É importante estar sempre atualizado no treinamento em assistência às crianças na condição muito frequente na atualidade, que é a prematuridade, uma condição que abre portas para inúmeras outras patologias”, comentou.

Uma das organizadoras do evento, Suely Bonfim, supervisora de Enfermagem da Unidade Neonatal, avaliou a capacitação como algo muito produtivo e com ampla riqueza na produção de conhecimentos, especialmente, no tocante ao tema, que ela classifica como “um problema de saúde pública”.

Além disso, Suely exaltou a parceria com a ONG Prematuridade.com que propõe a partir das capacitações uma atualização de conhecimento e a incorporação de boas práticas à assistência. “É importantíssima a formação de laços de colaboração como este para a troca de informações e a melhora no atendimento às crianças, a partir de boas práticas baseadas em uma perspectiva multidisciplinar”.

Quanto à continuação da parceria, Aline Hennemann afirmou que visualiza o HC como um agente multiplicador. “A partir do momento que os profissionais do Hospital das Clínicas recebem as informações deste curso, eles podem atuar disseminando esse conhecimento sobre o cuidado com a pele dos bebês nos serviços de atendimento neonatal”, enfatizou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.