• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
#ForçaWeverton Pernambucano transplantado no EUA retira órgão rejeitado

Publicado em: 10/08/2017 13:24 Atualizado em: 10/08/2017 13:42

Weverton Fagner de Medeiros Gomes, recupera-se de cirurgia de retirada do intestino transplantado. Foto: Facebook/Divulgação
Weverton Fagner de Medeiros Gomes, recupera-se de cirurgia de retirada do intestino transplantado. Foto: Facebook/Divulgação

Está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas de São Paulo, o estudante de Vitória de Santa Antão, na Mata Sul de Pernambuco, Weverton Fagner de Medeiros Gomes, de 20 anos. Em como induzido, ele recupera-se de uma cirurgia realizada nesta quarta-feira para a retirada do intestino, transplantado há cerca de dois meses nos Estados Unidos. O procedimento foi necessário depois que a rejeição do organismo ao órgão ter causado uma infecção que teria se alastrado para o pulmão do paciente.

Na página Força Weverton, criada no Facebook para a campanha pela realização do transplante, o pai do estudante, Ubirajara Gomes, tem autualizado informações sobre o estado de saúde do filho. "Devido a complicações da rejeição, o órgão que não estava mais com funcionalidade, foi retirado, o nosso guerreiro nesse momento está de volta à UTI para se recuperar, a situação ainda é muito delicada, mas cremos na sua recuperação para recomeçarmos uma nova luta. Vamos continuar orando para que Deus nos ajude e ajude o nosso Weverton. (...) Esperamos superar essa fase, e pedir forças a Deus para recomeçarmos. Que Deus nos abençoe", escreveu.

Depois de uma batalha de dois anos pelo transplante, Weverton voltou pra casa em junho deste ano, após um londo periodo de tratamento no Hospital Jackson Memorial, em Miami. O desembarque no Aeroporto Internacional dos Guararapes foi marcado por emoção e pela presença de familiares e amigos, os mesmos que realizaram a campanha #ForçaWeverton que conseguiu arrecadar dinheiro para ajudar no tratamento. Aós uma ação na justiça, a família conseguiu que o governo federal arcasse com os custos de quase R$ 4 milhões.

Foi necessário que o Tribunal Federal de Pernambuco determinasse que os gastos fossem custeados pela União. A decisão foi da juíza da 5ª Vara, Nilcéa Maggi. A União ainda recorreu ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), que manteve a determinação com apenas uma mudança. O governo federal não precisaria bancar o transporte e alojamento dos pais do rapaz, gastos que foram arcados pela campanha popular.

Weverton é estudante do curso técnico de edificações da ETP de Vitória e foi internado no Hospital Otávio de Freitas (HOF) no dia 16 de julho de 2016, quando foi realizada a cirurgia. Após o procedimento, os médicos detectaram que ele sofria da síndrome do intestino curto.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.