• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Operação Bombeiros interditam cerca de dez bares no Recife Antigo Na noite desse sábado (15), a fiscalização pedia documentação obrigatória para funcionamento e interditava quem descumpria as exigências

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 16/07/2017 15:04 Atualizado em: 16/07/2017 15:52

Casa da Moeda foi um dos estabelecimentos que receberam o lacre dos Bombeiros. Foto: Anamaria Nascimento/DP
Casa da Moeda foi um dos estabelecimentos que receberam o lacre dos Bombeiros. Foto: Anamaria Nascimento/DP

O Corpo de Bombeiros interditou na noite desse sábado (15) cerca de dez bares da Rua da Moeda, no Bairro do Recife. Por volta das 23h30, a operação encerrou a festa "Só Serve pra dançar", que acontecia na Mansão do Amor e tinha iniciado às 22h. Não foram informadas oficialmente as causas, mas a operação fiscalizava toda a documentação para os estabelecimentos poderem operar. A Casa da Moeda também recebeu o adesivo de interdição da Secretaria de Defesa Social. A Secretaria Executiva de Controle Urbano da Prefeitura do Recife foi procurada, mas destacou que a operação foi coordenada pelo Corpo de Bombeiros, cuja assessoria de comunicação não teve acesso aos relatórios de infrações para a interdição.

O proprietário da Mansão do Amor, Mozart Santos, afirmou que a interdição foi causada por uma pendência que não depende da casa. "Eles estavam fiscalizando, e essa batida foi para pedir as documentações para operação do bar. No nosso caso, sentiram falta de uma vistoria dos Bombeiros, que eu já tinha dado entrada e solicitado, mas que não foram fazer. É um trabalho que não dependia de mim", afirmou. "Amanhã, vou procurar pessoalmente os bombeiros para agilizar a solução de qualquer pendência para que volte a funcionar", destacou o empresário.

Clientes que estavam nos estabelecimentos tiveram que encerrar as contas e sair. Foi o caso de Rita Ramos, que estava na mansão do amor, na festa "Só Serve pra dançar". "Os bombeiros chegaram para fazer a fiscalização e fecharam a festa. E continuaram na rua toda, interditando os lugares que tinham qualquer irregularidade", destacou.

A organização do evento emitiu um comunicado depois do ocorrido. Confira:

"Galera, vocês não imaginam como é triste pra gente preparar com tanto carinho a Só Serve e acontecer esse tipo de coisa. Tem dedicação de todas as partes pra fazer o melhor pra vocês. Da organização do evento, dos convidados e da casa. Como bem disseram Carolina e Taciana na nossa última postagem de ontem, não fazemos um trabalhão partindo de um princípio negativo de dar errado. Pelo que entendemos, houve fiscalização dos bombeiros em toda região do Recife Antigo e eles interditaram as casas que tinham algum tipo de irregularidade, claro. No caso da Mansão, eles possuem todas as documentações, mas foi exigido o pagamento de uma taxa que por problemas burocráticos o boleto ainda não foi liberado pela prefeitura. Foram mostrados na hora toda a papelada do procedimento pra conseguir esse boleto que ainda não foi dado pela prefeitura, mas não teve jeito. De qualquer maneira, pedimos desculpas e reafirmamos o compromisso de, assim que tudo for resolvido, voltarmos à Mansão."

Por se tratar de plantão de domingo, a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros de Pernambuco informou que não teve acesso aos relatórios de causas para a interdição.

 

 

 

 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.