• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Crime Polícia desarticula organização responsável por roubo de cargas em Pernambuco e na Paraíba Três homens foram presos em flagrante e um quarto fugiu, mas já foi identificado

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 14/07/2017 20:13 Atualizado em: 14/07/2017 20:50

Uma equipe de policiais civis da Delegacia de Goiana sob o comando do delegado Thiago Uchoa prendeu três homens em flagrante numa operação apresentada como desarticulação de uma organização criminosa envolvida em roubos de carga na divisa entre Pernambuco e Paraíba. Na semana passada, esse grupo teria roubado uma carga avaliada em R$ 24 mil da empresa Vitamilho.

Segundo a Polícia Civil informou no final da tarde de hoje, o grupo estava sendo investigada há meses e, na madrugada de ontem, houve os flagrantes da ação que resultou nas prisões, quando ocorreu o roubo de uma carga de alimento avaliada em R mil da empresa Simas Industrial Alimentos. A ação começou na BR 101 Norte, em Goiana, onde o motorista da empresa foi abordado e rendido enquanto estava parado no posto fiscal da rodovia.

Os assaltantes seguiram pela BR-101 com a vítima, escoltados por um caminhão baú, até serem interceptados pela equipe da Delegacia de Goiana, quando reagiram a tiros. Segundo a Polícia Civil, na tentativa de fuga os suspeitos direcionaram o caminhão para dentro do canavial. Foram presos Flávio José Aureliano Cabral Silva, 40 anos, e Marcelo José de Oliveira, 26. Um terceiro suspeito, identificado como Aluizio Alves de Souza Filho, natural de Ferreiros, conseguiu fugir.

A carga roubada estava sendo levada para a zona rural do município, onde seria repassada para outro caminhão e transportada até a cidade de Olinda. A equipe da Delegacia de Goiana acabou prendendo Cícero de Carvalho da Silva Júnior, 35, no local onde ele aguardava para a realização da transferência da carga. Os três foram autuados por roubo majorado e associação criminosa e apresentados em audiência de custódia, quando ocorreu a decretação da prisão.
Todos foram encaminhados ao Cotel.

As investigações continuam no sentido de recuperar as cargas  e identificar os receptadores,  no município de Olinda. Ainda segundo a Polícia Civil, há indícios de que uma grande rede de supermercados estaria comprando as cargas roubadas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.